Ana Hickmann sofre atentado em Minas Gerais;homem foi morto e cunhada baleada segue internada

ana-hickman-sofre atentado-em-belo-horizonte

A apresentadora e modelo Ana Hickmann sofreu um atentado no sábado (21/05) em Belo Horizonte (MG) onde participaria de um evento de moda e lançaria sua coleção de roupas na cidade. Um homem invadiu o quarto onde ela estava hospedada e tinha intenção de atirar na apresentadora, segundo informações da Polícia Militar. Ele se dizia fã de Hickmann e foi morto pelo cunhado da artista.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, o atirador estava no corredor do 9º andar do hotel, abordou o cunhado de Ana Hickmann, Gustavo, e o levou até o quarto. O suposto fã fez a apresentadora, o cunhado e sua mulher de reféns e obrigou os três a se sentarem de costas para ele, informou o programa da Band.

 

 




Em seguida, o indivíduo começou a destratar a vítima com palavras pejorativas e de baixo calão. O cunhado, Gustavo, levantou-se e foi em direção ao criminoso, que efetuou dois disparos em Ana Hickmann, mas os tiros feriram a assessora, informou o Boletim de Ocorrência. Na briga, Gustavo conseguiu desarmá-lo e disparar três tiros contra ele, que morreu no mesmo momento. Segundo a polícia militar, o infrator apresentou nome falso para se hospedar no hotel, apresentando um cartão de crédito do pai. O atirador foi identificado como Rodrigo Augusto de Pádua, 30 anos, desempregado e morador de Juiz de Fora. No Instagram, todos os posts de Rodrigo eram relacionados à modelo, que o fã dizia amar.

cunhado-ana-rickmann-gustavo-correa-e-giovana-oliveira
Gustavo Corrêa irmão do marido de Ana Hickmann e a mulher Giovana Oliveira: parceria profissional com a cunhada

A assessora Giovana, que foi baleada, está internada no Hospital Biocor, em Belo Horizonte, em estado estável e ainda sem previsão de alta. Segundo a assessoria do hospital, ela está consciente e já conversa com familiares.
“A paciente Giovana Alves de Oliveira foi submetida a cirurgia de emergência em 21/05/2016, para tratamento de lesões intestinais e vasculares. No momento, encontra-se em tratamento intensivo. Está lúcida, acordada, consciente e com os sinais vitais estáveis, apesar de ainda sob riscos e inspirando cuidados. Respira sem ajuda de aparelhos”, disse o comunicado enviado pela assessoria do hospital, neste domingo, 22.




‘Ação foi em legítima defesa’, diz delegado
Segundo o delegado Flávio Grossi, responsável pelas investigações, o caso é encarado como legítima defesa. “O Gustavo foi autuado em flagrante no local, mas diante dos depoimentos, ficou eminente que a ação dele contra o infrator foi em legítima defesa e relaxei a sua situação no caso”, explicou o delegado.

A apresentadora voltou para casa, em São Paulo, na noite de sábado, após prestar depoimento no Departamento de Investigação e Homicídios e Proteção à Pessoa de Belo Horizonte. Muito abalada, ela saiu às 22h45 e não quis dar entrevistas.

ana-hickmann-sofre-ataque-em-bhAna Hickmann deu sua primeira entrevista à TV, neste domingo, 22/05, após 0 atentado no sábado, 21, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Muito emocionada, a apresentadora relembrou os momentos de terror. “É dificil de acreditar que aquela imagem, a cena, as palavras, os tiros, que tudo aquilo aconteceu. Parece cena de filme. Na hora em que ele entrou, a primeira coisa que passou na minha cabeça foi, ‘é um assalto, um arrastão’. Só que ele veio para cima de mim e começou a me ofender e a me humilhar. Por uma graça de Deus, meu marido e meu filho não estavam presentes”, disse ela em entrevista ao programa “Domingo Espetacular”, da Record.

Durante a entrevista, Ana contou que o cunhado, Gustavo Corrêa, é o responsável por ainda estar viva. “Se não fosse por ele, meu marido não teria ido me buscar no aeroporto, ele teria ido ao IML (Instituto Médico Legal). A primeira coisa que eu quero é a minha família aqui de volta, na minha casa, com a minha cunhada bem. A única coisa que eu peço e rezo agora para Deus é que todo mundo volte para casa bem”, complementou ela.