Elke Maravilha sai do coma induzido e tem respostas por sinais no Rio de Janeiro

elke-maravilha-2016

Elke Maravilha saiu do coma induzido na manhã desta terça-feira (26 de julho) e está consciente mas seu estado de saúde ainda requer atenção. “Ela ainda está na UTI, mas está ótima, apresentando melhora a cada dia, está consciente e respondendo as perguntas com a cabeça”, disse o irmão de Elke, Frederico Grunnup.

Aos 71 anos, Elke passou por uma cirurgia para tratar uma úlcera no duodeno na Casa de Saúde Pinheiro Machado, no bairro de Laranjeiras, no Rio de Janeiro.

“Ela está se recuperando devagar. Por ter 71 anos, é normal os cuidados serem bem mais delicados. Conforme as dores foram diminuindo, a medicação foi sendo reduzida. Ela já está sorrindo, pisca o olho e até está mandando beijo. Não perdeu o humor e passa bem”, explicou o irmão de Elke que também informou que ainda não há previsão de alta, mas a família está otimista.

O produtor de Elke, Lucas Rodrigues, também falou que a partir de agora vão começar a estimular mais os sinais vitais. “Estão parando aos poucos a hemodiálise e vão começar a estimular mais alguns sinais, principalmente a respiração, tudo aos poucos, mas estamos confiantes”, disse.




História de fama

Nascida na Rússia, a modelo e atriz Elke Georgievna Grunnupp, mais conhecida como Elke Maravilha, alcançou fama ao participar como jurada de programas de calouros de Chacrinha e Silvio Santos.

Desde que surgiu, Elke Maravilha chamou atenção pelo estilo irreverente. Inicialmente, aos 18 anos, recebeu críticas pela ousadia e foi agredida nas ruas pela maneira de se vestir.

Apesar da peruca, as roupas coloridas, acessórios exuberantes e a maquiagem marcante, Elke afirma que não se considera travesti.

elke-maravilha-filme-meu-passado-me-condena
Elke Maravilha no filme “Meu Passado Me Condena” com Fabio Porchat e Miá Mello

A ex-modelo, que está fora da TV, fez uma participação na temporada do programa do Gugu, na Record, neste ano. No palco, reencontrou o irmão Valdemar que não tinha contato havia quase 20 anos.

Elke Maravilha também fez uma participação em 2013 no filme “Meu Passado Me Condena” com Fabio Porchat e Miá Mello.