Aprenda a preparar carne no forno e deixá-la no ponto ideal

costela-assada-forno-1Receita salgada

Aprenda alguns segredos que deixarão sua carne de forno com um aspecto de comida de chef. A carne preparada como churrasco, na brasa tem sempre chance de ficar mais saborosa, por causa dos aromas defumados vindos do carvão. Mas aquelas pessoas que não tem sempre por perto uma churrasqueira pronta, o forno segue sendo a maneira mais prática.

Siga passo a passo e acerte o ponto no próximo encontro.

Que peça escolher?
Para o preparo no forno, os mais indicados são; costela, picanha, cupim, peito, fraldinha e maminha como boas opções. É importante escolher uma peça de carne marmorizada isto é, com bastante gordura entremeada, o que vai garantir maciez e sabor ao preparo.

 




Capriche no tempero
Para esta receita foi escolhida uma peça de costela de cerca de quatro quilos, carne considerada mais saborosa. Comece marinando a carne com;
Sal e pimenta do reino moída a gosto
2 dentes de alho picados
50 ml de óleo de girassol
1 ramo de alecrim picado
Algumas folhas de sálvia
400 ml de vinho branco seco
Se preferir deixar a carne por um tempo mais longo na marinada (ou até de um dia para o outro), deixe para salgar apenas na hora do preparo, pois o sal pode desidratá-la.

Batata cai muito bem
Antes de levar a costela ao forno, prepare uma cama de batatas cortadas transversalmente com cascas, no fundo da assadeira. Isso evita que a carne grude no fundo e ainda é possível aproveitar essas batatas como acompanhamento no final, pois elas “ganham” todo o sabor da carne. Com elas, também é possível preparar uma farofinha rápida à base de manteiga, ovos e farinha de mandioca ou milho, para servir com a costela.

costela-assada-forno-3

O truque da água
Depois de colocar na forma a costela com os ossos voltados para baixo, regue o fundo da assadeira com água suficiente para cobrir as batatas. Se preferir, use sobras de vinho branco ou até uma cerveja escura. Isso fará com que se mantenha a umidade necessária durante o cozimento.

Embrulhe
Antes de levar a carne ao forno, cubra-a com uma folha de papel-manteiga. Em seguida, cubra toda a assadeira com papel laminado. O vapor da água ficará retido e circulando nesse invólucro, não deixando a carne ressecar enquanto assa.

Direto pro forno
Para uma peça desse tamanho, se recomenda três horas de forno a 180°C. Mas tome alguns cuidados importantes: os fornos caseiros nem sempre aquecem exatamente à temperatura indicada no botão. Se não conhece bem o poder de fogo de seu equipamento, acompanhe o cozimento da carne levantando o papel de vez em quando. Se a água no fundo da assadeira estiver seca, acrescente mais líquido e nunca deixe secar. Teste a consistência e a maciez da carne com um garfo longo, cerca de meia hora antes de completar as três horas. Volte a lacrar a assadeira com o papel alumínio a cada teste e a cada “molhada”.

Um truque final na hora de dourar
Depois de três horas, retire o papel-alumínio e o papel-manteiga e deixe a costela por mais meia hora no forno. Isso fará com que o exterior da peça fique tostado e crocante. E uma dica importante é deixar a carne descansar por pelo menos um minuto depois de tirá-la do forno, antes de fatiá-la. O choque de temperatura faz com que se concentrem ainda mais os sucos. Isso vale também para as carnes preparadas na brasa.

 




+ Receitas Doces

+ Receitas Salgadas

+ Receitas Vegetariana