Circuito Mundial de Surfe: última etapa no Havaí, com três brasileiros entre os favoritos

Última etapa do Circuito Mundial começa no Havaí, com três brasileiros entre os favoritos
Os surfistas brasileiros Gabriel Medina, Filipe Toledo e Adriano de Souza (mineirinho) com chances reais de conquistar o título de 2015

O Circuito Mundial de Surfe (WCT) chega à última etapa, nas praias de Pipeline no Havaí nesta terça-feira (08-dez) e segue até o próximo dia 20, seis surfistas brigam pelo título. Entre os atletas que têm chances matemáticas, três são brasileiros: Gabriel Medina, Filipe Toledo e Adriano de Souza. Os australianos Mick Fanning, Owen Wright e Julian Wilson completam a lista.

Embora Mick Fanning chegue como líder na última etapa, é muito difícil apontar favoritismo. A briga está apertada. A  diferença entre ele e o 3º colocado, Adriano de Souza, é de 250 pontos – quem fica na 25ª posição, a última de uma etapa, ganha 500 pontos.

Por isso, o tricampeão não tem margem para erro. Logo atrás está Filipe Toledo, que precisa, ao menos, chegar na mesma fase de Fanning para ficar com o título. Na sequência vem Adriano de Souza. Para conquistar o circuito pela primeira vez, Mineirinho tem que ganhar a etapa ou avançar uma fase a mais do que os dois primeiros.

Na quarta posição está Gabriel Medina, atual campeão do mundial e único brasileiro a conseguir o feito. Para repetir a dose, Medina terá que surfar muito bem e ainda torcer contra os concorrentes. Mesmo se vencer Pipeline, ele terá que torcer para que Filipe fique, no máximo, em 9º, e Mineirinho e Fanning, em 5º. Se Medina ficar em 2º ou até mesmo em 3º, ainda existem chances matemáticas, mas seus rivais teriam que ficar entre os últimos.