Gabriel Medina surpreende em manobra rara e radical – assista

Gabriel Medina surpreende em manobra rara e radical - assista
“floater”, manobra na qual você bate com a quilha da prancha sobre a crista da onda

O surfista Gabriel Medina, surpreendeu a todos em sua estreia no WQS de Sunset, na madrugada de quinta-feira (3-dez), no Havaí. A manobra extremamente rara e radical aconteceu a cinco dias do início da última etapa da Liga Mundial de Surfe (WSL), que acontecerá em Pipeline.

O atual campeão mundial de surfe soltou um “floater”, manobra na qual você bate com a quilha da prancha sobre a crista da onda, mas despencou de uma barreira de água de mais de dois metros de altura.

Medina chegou a ficar com o tronco completamente deitado na água, mas se recuperou a tempo de salvar manobra, levantando-se praticamente com o uso das pernas apenas. “Felizmente consegui essa última onda. Consegui fazer duas curvas na onda, era o que dava pra fazer, depois o floater. Foi um floater difícil, parecia um aéreo quando eu estava aterrissando da manobra. Fiquei feliz por ter conseguido a pontuação que precisava pra me classificar“, disse Medina, que conseguiu uma nota 8,77 e avançou de fase.

A cinco dias do início da etapa de Pipeline da WSL, também no Havaí, muitos surfistas da elite competem no WQS de Sunset para se preparar para a grande decisão. Além de Medina, Mick Fanning e Adriano de Souza participam da etapa. Os três disputarão com Filipe Toledo o título mundial de surfe a partir da próxima terça-feira (8-dez).