Rogério Ceni faz partida de despedida em noite emocionante para mais de 60 mil torcedores

Rogério Ceni faz partida de despedida e anuncia estudos como técnico
Goleiro faz sua partida de despedida do futebol na sexta-feira (11)

O goleiro do São Paulo, Rogério Ceni realizou sua despedida do futebol nesta sexta-feira (11-dez) no estádio Morumbi. A partir daí o goleiro irá se dedicar aos estudos para ser treinador. Ceni viaja para a Alemanha no próximo verão europeu para realizar estágio no Bayern de Munique com o técnico Pep Guardiola.

O goleiro planeja se preparar para se tornar técnico de futebol do próprio São Paulo. Ceni comentou a passagem do ex-técnico Osorio “Quando o Osorio chegou no São Paulo, eu achei que estava preparado para ser treinador, mas daí ele chegou e eu vi os treinos, o quanto era difícil. Não falo da formação das equipes, mas no dia a dia. Acho que tem muita coisa para aprimorar, mas dentro no dia a dia, no treinamento, eu tenho que tirar o chapéu para ele”.

Depois da despedida no Morumbi, Ceni pretende cumprir alguns compromissos com o marketing do São Paulo e tirar alguns meses de férias e começar sua preparação para ser técnico com Pep Guardiola.
Jogo de despedida

O Morumbi estava lotado com mais de 60 mil torcedores, em uma noite de muitas homenagens e emoção.
O jogo foi disputado entre dois times. Um formado por campeões mundiais de 1992 e 1993, comandados por Raí, e outro com os vencedores do Mundial em 2005, com Lugano e Amoroso como grandes destaques.

Quatro técnicos trabalharam na partida: Renê Santana (filho do técnico Telê Santana) e Muricy Ramalho, no time de 92/93, Paulo Autuori e Milton no time de 2005.

Ovacionado do início ao fim da partida, Rogério Ceni ainda cantou com o a banda Ira! o sucesso “Envelheço na cidade (Feliz Aniversário)” , começou jogando como goleiro, depois foi para a linha, se divertiu com os amigos de tantas conquistas e marcou um gol de pênalti.

Ao final, deu um depoimento emocionado no meio do gramado. Além de agradecer à torcida, disse que gostaria de que quando morresse, tivesse suas cinzas jogadas do alto das arquibancadas para que pudesse ficar para sempre perto de uma das coisas que mais gostou e lutou na vida.