Presidente do São Paulo fala sobre a ida de Ganso para time da Espanha

saida-de-Ganso-do-Sao-Paulo
Sonho antigo: Camisa 10 do São Paulo tinha o futebol espanhol como um antigo desejo

A saída de Paulo Henrique Ganso já é considerada como certa pela diretoria do São Paulo, o jogador está definindo sua transferência para o time do Sevilla na Espanha. O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva confirmou a saída do camisa 10 e lamentou a perda de um dos principais jogadores do time.

Tenho que admitir, é claro. É natural que seja assim no futebol, temos que entender o desejo dele, em um momento oportuno. Está feliz com a chance de ir a um mercado forte. Por mim, é claro que ficaria, mas é o ciclo do futebol e agora ele deve sair, é o que deve acontecer” disse Leco, como é conhecido o presidente do SP.

 




Ganso será vendido por cerca de R$ 35 milhões. O São Paulo ficará com a menor parte desse valor, a maior parte irá para o Grupo DIS, empresa que detém 68% dos direitos econômicos do jogador. O São Paulo pede uma participação maior na venda do passe de Ganso.

Com a negociação definida, Ganso ainda poderá jogar pelo São Paulo caso o time avance para a final da Libertadores. Isso porque ficou acordado que ele só sairá com o fim da participação do Tricolor na competição sul-americana.

No momento, Ganso se recupera de um estiramento muscular na coxa direita. O problema pode fazer com o que camisa 10 não vista mais a camisa do São Paulo, em caso de eliminação na Libertadores.