Futebol: Novidades em possível saída de Paulo Henrique Ganso do São Paulo

Futebol: Novidades em possível saída de Paulo Henrique Ganso do São Paulo
45% do passe do jogador foi vendido para o São Paulo em 2012 por R$ 23,9 milhões

Novas tratativas entre a diretoria do Santos e do São Paulo tentam viabilizar o retorno do meia Paulo Henrique Ganso para a Vila Belmiro. Diretores do Santos se reúnem nesta quinta-feira (12-nov) com o representante do jogador.

O Santos atualizará o agente de Ganso sobre o envolvimento de investidores na transferência do jogador. Isso porque a diretoria santista também se reuniu, recentemente, com empresários dispostos a investir na contratação.

Ganso, por sua vez, não se opõe que seu agente se reúna para ouvir propostas por seu futebol, mas prefere não se posicionar e focar apenas na reta final do Campeonato Brasileiro.

A contratação do camisa 10 do São Paulo, que foi revelado na Vila Belmiro, é desejo do presidente Modesto Roma. O jogador também possui ótimo relacionamento com o ex-presidente do clube Marcelo Teixeira, fator positivo nas negociações.

A diretoria santista prepara uma “engenharia financeira” para comprar Ganso em definitivo. O Santos, inclusive, já consultou investidores para bancar o negócio. Até empréstimos são cogitados para que o clube paulista tenha condições de trazer o camisa 10 de volta.

Outro ponto positivo é que a atual diretoria do Santos possui bom relacionamento com a DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, que detém 68% dos direitos econômicos de Ganso e está disposta a recuperar o dinheiro investido.

Quando chegar alguma proposta realmente, e se chegar, aí sentam (clube interessado) com o presidente Leco e ele fala se precisa me negociar ou se querem que eu fique. Não dá para falar que só jogo no São Paulo e fechar as portas para qualquer outro clube. Nem aqui e nem em nenhum lugar do mundo eu posso fechar as portas“, disse Ganso.

Ganso recebe R$ 300 mil por mês e não sairá do São Paulo para ganhar, no máximo, um salário igual. Sem condições de contratar o meia em definitivo, o Santos pretende abrir negociação por empréstimo.

O Santos vendeu o jogador em 2012 para o São Paulo, então dirigido por Juvenal Juvêncio, que pagou R$ 23,9 milhões para adquirir 45% do passe que o Santos detinha do jogador.

Apesar de ter saído do Santos em atrito com a diretoria da época e ser hostilizado pela torcida santista toda vez que retorna à Vila Belmiro, Ganso não enxerga qualquer problema em voltar a jogar pelo clube que o revelou para o futebol.