São Paulo joga para tentar se manter na Libertadores

 

O São Paulo enfrenta nesta quarta-feira (16-mar) as 19:30h o Trujillanos, na cidade de Valera, na Venezuela pela Taça Libertadores. Mas, apesar de o jogo valer apenas pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, o Tricolor encara como se fosse uma verdadeira final, isso porque a situação do time paulista é muito delicada no momento.

Depois da derrota jogando em casa em sua estreia quando perdeu por 1 a 0 para o The Strongest, o tricolor conseguiu seu único ponto na competição quando empatou em 1 a 1 com o River Plate na Argentina.

Com apenas 1 ponto, o Tricolor é apenas o 3º do Grupo 1 (o líder The Strongest tem 6 e, o River, 4). Assim, só a vitória contra o modesto time da Venezuela renovará as esperanças de classificação. “É uma final. Tenho a melhor das expectativas e acredito que será difícil. Mas podemos fazer uma boa partida”, disse o técnico Edgardo Bauza.

O argentino, no entanto, terá problemas para escalar a equipe. O meia Michel Bastos sentiu dores na coxa direita e nem viajou com a delegação. Também estão fora o atacante Jonathan Calleri, suspenso, e o zagueiro Breno, lesionado.

Assim, os gols que o São Paulo tanto precisa ficarão a cargo de Alan Kardec. O camisa 14 sabe da responsabilidade: “Preciso fazer gols. Todos esperam e é o que mais quero para aumentar nossa confiança na sequência dessa caminhada difícil.”