Lideres de países desaconselham viagens para o Egito

Lideres de países desaconselham viagens para o Egito
Queda de avião no Egito «pode ter sido causada por bomba

O presidente americano, Barack Obama, afirmou na quinta-feira (5) que é possível que uma bomba tenha causado a queda do avião da Rússia no Egito no final de semana, e que o incidente fez com que seu governo examinasse com mais cautela os procedimentos para entrada e saída de voos. “Eu acho que há uma possibilidade de que havia uma bomba a bordo, e nós estamos tratando o assunto com muita seriedade“, disse Obama durante entrevista a uma Tv americana.

Também nesta quinta-feira, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, reforçou a posição da Grã-Bretanha de que o acidente provavelmente foi causado por um ataque terrorista. “Não temos certeza de que foi um ataque terrorista a bomba. Ainda há uma investigação acontecendo no Egito“, disse Cameron que destacou, entretanto, que é mais provável que seja um atentado do que outra coisa.

Voos entre o Reino Unido e o aeroporto de Sharm el-Sheikh continuram sem decolar, pelo segundo dia, na quinta-feira.

Segundo o governo Francês “Nenhuma hipótese pode ser excluída, incluindo terrorismo“, disse uma autoridade francesa. A França acredita na teoria de que o avião se partiu no ar, logo após decolar do resort de Sharm el-Sheikh, com destino a São Petersburgo, na Rússia. As 224 pessoas que estavam a bordo morreram.