Caixa Econômica aumenta o valor de crédito para compra de imóveis usados em quase 100%

financiamento-imobiliario
Medida do banco tenta aquecer o mercado imobiliário que anda sofrendo com crise

Tentando aquecer o mercado imobiliário que sofre com a recessão no país, a Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (08-mar) novas medidas de crédito imobiliário. O banco está ampliando a oferta de crédito para compra de imóveis, elevando a cota do financiamento para aquisição de imóveis usados de 40 a 60% para até 80% e ainda reabrindo a oferta de empréstimos para compra do segundo imóvel.

O banco, afirmou que a expectativa é elevar o volume de contrações em 13% este ano, o equivalente a 64 mil unidades habitacionais a mais, sendo 29,7 mil financiadas com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e 34,3 mil pela poupança.

A elevação da oferta crédito para novos empréstimos utilizará recursos adicionais do FGTS. O banco previu uma linha de 2,4 bilhões de reais com taxas especiais para construtoras de todos os portes. O dinheiro para que poderá financiar a produção de imóveis de até 500 mil reais, afirmou a Caixa.

O aumento da fatia financiável de imóveis usados para até 80% de seu valor deve “destravar o mercado imobiliário para os segmentos das classes média e alta”, em que o imóvel atual é utilizado como entrada na compra de um novo acrescentou o banco.

Sobre a reabertura de operações para compra do segundo imóvel, a Caixa afirmou que estes financiamentos terão as mesmas condições (taxas de juros e prazos) oferecidas para quem está comprando o primeiro.

 

credito-mobiliario