Receita Federal libera ‘extrato’ do Imposto de Renda 2016;contribuinte já pode saber se caiu na malha fina;veja como acessar as informações

Receita Federal libera 'extrato' do Imposto de Renda 2016 e contribuinte já pode saber se caiu na malha fina; veja como acessar o serviçoA Receita Federal disponibilizou para o contribuinte que entregou o Imposto de Renda 2016 dentro do prazo legal (até 29 de abril) as informações para saber se caiu na malha fina do leão e teve a declaração retida por conta de pendências ou inconsistências.

A receita ainda informou que mais de 700 mil declarações estavam retidas na malha fina neste ano. Nas últimas declarações a omissão de rendimentos foi o principal motivo de incidência na malha, seguido por inconsistências na declaração de despesas médicas. De acordo com a Receita, assim como as pessoas entraram, as declarações podem sair da malha fina, pois o processo é dinâmico.

As restituições serão pagas em sete lotes, sendo o primeiro programado para 15 de junho e o último, para 15 de dezembro de 2016. Seguindo a legislação, terão prioridade no recebimento das restituições os idosos e os contribuintes que têm alguma moléstia grave ou deficiência física.

Como ver se está na malha fina?
Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o “extrato” do Imposto de Renda que está disponível no site da Receita Federal no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento). Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página do e- CAC  ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Clique para gerar o Código de Acesso (caso ainda não tenha)



Clique  para saber se está na malha fina (acessar o e-CAC da Receita Federal)

 Passo a passo do extrato do Imposto de Renda
Com as informações sobre quais pendências ou  inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda 2016, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora ao Fisco. Quando a situação for resolvida, o contribuinte sai da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do Imposto de Renda.

 

Clique  para saber se está na malha fina (acessar o e-CAC da Receita Federal)