Programação completa da abertura das Olimpíadas Rio 2016 com shows e condutores

Pira-Olimpica-sendo-acesa-por-vanderlei-cordeiro-de-lima
Após revezamento, que começou com Guga e Hortência, Vanderlei Cordeiro de Lima acende Pira Olímpica dos Jogos Rio 2016

A Cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio 2016 aconteceu no Estádio do Maracanã no Rio de Janeiro na noite de sexta-feira 05 de agosto. O evento  tocou o coração das pessoas com momentos emocionantes, e empolgou brasileiros e estrangeiros, teve mensagens de preservação ao meio ambiente, músicas tipicamente brasileiras e recepção emocionante do grupo dos refugiados muito aplaudido pelo público e a emoção da porta-bandeira Yanne Marques que arriscou passos de samba. Idealizadores da cerimônia, Andrucha Waddington, Daniela Thomas e Fernando Meirelles trabalharam com orçamento enxuto, cerca de R$ 100milhões, e reforçaram a mensagem com alternativas baratas, como projeções no gramado do Maracanã, que criaram um efeito muito bonito.




Resumo da Cerimônia completa

A abertura começou com uma contagem regressiva com bailarinos no centro do Maracanã, efeitos especiais, em seguida, uma grande onda do mar invadiu o estádio com efeitos especiais contando a história do descobrimento do Brasil. Era o início das projeções sobre o campo do estádio,como a subida e descida de prédios enquanto bailarinos simulavam movimentos de parkour. A história do Brasil foi contada começando pela floresta intacta, cuidada pelos índios, que construíram suas ocas, a passagem para uma sociedade agrícola até chegar ao Brasil urbano das grandes cidades.

O Hino Nacional foi cantado por Paulinho da Viola com voz, violão e acompanhamento de músicos de uma orquestra.

Leia também:
Programação completa da cerimônia de encerramento das Olimpíadas Rio 2016 com shows e artistas

 

Rio 2016 ao vivo:
Assista ao vivo pela internet as principais competições dos jogos olímpicos

Um dos grandes momentos do show foi o 14 Bis decolando com a trilha de “Samba do Avião” e com a ajuda de efeitos especiais “Santos Dumont” sobrevoou o Rio de Janeiro e suas paisagens. A modelo Gisele Bundchen também roubou a cena, ao fazer o maior desfile de sua vida no Maracanã em uma “passarela” com 128 metros, ao som de “Garota de Ipanema” de Tom Jobim, interpretada por Daniel Jobim; neto de Tom Jobim.

voo-14-bis-Santos-Dumont-Rio-2016
Um dos momentos mais emocionantes da cerimônia foi o voo do 14 Bis de Santos Dumont pai da aviação

A construção da cidade do Rio de Janeiro e do Brasil foi relatada em enormes caixas com bailarinos e tecnologia, a cantora Ludmila interpretou o “Rap da Felicidade”. Zeca Pagodinho e Marcelo D2 misturaram pagode e rap “Deixa a vida cantando, deixa a vida me levar”, Elza Soares cantou “Canto de Ossanha”. Também se apresentaram Mc Sofia e Carol Konka. Regina Casé falou sobre buscar as semelhanças e celebrar as diferenças.

Jorge Ben Jor levantou e emocionou as pessoas cantando “País Tropical”. O público cantou sozinho, à capela, como fez com o Hino Nacional na Copa do Mundo.




Entrada das Delegações

A entrada das 207 delegações foi outro momento marcante da abertura das Olimpíadas Rio 2016. A Grécia foi a primeira a entrar como sempre, pois os jogos olímpicos nasceram nesse país. Os atletas e delegações depositavam sementes em pequenas cubas que serão plantadas daqui a um ano em Deorodo no Rio de Janeiro, formando a Floresta dos Atletas.

O Time Olímpico dos Refugiados foi um dos momentos mais aplaudidos pelo público do Maracanã em um desfile que marca a situação tão difícil que vive o planeta nesse momento.

Brasil

yane-marques-delegacao-do-time-brasil-no-maracanaA mais esperada delegação – a do Brasil- entrou em festa com a porta-bandeira Yanne Marques e emocionou a todos com muito orgulho ao som de “Aquarela do Brasil” de Ary Barroso.

O momento dos Anéis Olímpicos também impressionou. Os cincos anéis de cores diferentes que representam os continentes surgiram no estádio do Maracanã como uma floresta, formados por árvores e plantas, em uma mensagem do verde que pode salvar o planeta.

Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Organizador Rio 2016, discursou misturando inglês e português, disse que “o melhor lugar do mundo é aqui e agora”, citando música de Gilberto Gil. Foi vaiado ao agradecer o apoio das três esferas de governo na organização do evento. Thomas Bach trouxe de vez a política para a cerimônia. Falou da intolerância no mundo e ressaltou que, nos Jogos, 11 mil atletas convivem em harmonia. “Nossas forças compartilhadas são maiores do que as forças que querem nos dividir.” E deu boas-vindas ao time de refugiados, aplaudido de pé. Em nenhum momento, Nuzman ou o presidente do COI, Thomas Bach, citaram o presidente interino Temer. Só mencionaram autoridades brasileiras. O dirigente, ao agradecer o Rio pelos Jogos, ressaltou as dificuldade recentes enfrentadas pelo país.

>>> Presidente interino Michel Temer é vaiado

O presidente interino, Michel Temer, foi muito vaiado por boa parte dos torcedores nas arquibancadas do Maracanã ao declarar abertos os Jogos Olímpicos do Rio. Ficou claro que Temer tinha razão ao pedir para evitar que seu nome fosse citado na cerimônia.

O momento da vaia foi quando o presidente apareceu pela primeira vez no telão sozinho. Ele disse apenas ” Após esse maravilhoso espetáculo, declaro abertos os Jogos Olímpicos do Rio, celebrando a 31ª Olimpíada da era moderna”. Antes disso, o Rio-2016 quebrou o protocolo e não anunciou o nome de Temer juntamente com outras autoridades como o presidente do COI
(Comitê Olímpico Internacional), Thomas Bach. A divulgação de seu nome estava previsto no protocolo da cerimônia. O político seria anunciado como “presidente em exercício” ou interino. Segundo informações da TV Globo, ele pediu para não ter seu nome anunciado.




>> As pombas da paz foram substituídas por pipas com mensagens de crianças da ONG de Kip Keino, ex-corredor queniano, homenageado com um prêmio para trabalhos sociais. A bandeira olímpica foi hasteada e o hino olímpico composto em 1896 por um grego, foi cantado por crianças de um projeto em Niterói no Rio de Janeiro que leva educação às crianças através da música.

Trio com Caetano Veloso, Gilberto Gil e Anitta
Anitta uma das cantoras mais populares da atualidade no Brasil cantou ao lado de grandes nomes: Caetano Veloso e Gilberto Gil com ritmos tradicionais vinculados ao samba,enquanto escolas carnavalescas passavam no meio do Maracanã. A apresentação do trio na abertura da Olimpíada repercutiu na web com internautas que aprovaram a performance dos cantores com a música “Sandália de Prata”. As escolas de Samba fizeram um show à parte no Maracanã que encantou o público.

Leia também:
Programação completa da cerimônia de encerramento das Olimpíadas Rio 2016 com shows e artistas

 

Tocha Olímpica
Muita emoção marcou a entrada da Tocha Olímpica no Estádio do Maracanã. O catarinense mais famoso do mundo, o brasileiro e campeão de tênis Gustavo Kuerten, o Guga foi o primeiro a conduzir a chama olímpica. Guga é considerado o maior tenista da história do Brasil e um dos maiores tenistas da história do tênis mundial. Ele foi ovacionado pelo publico e, muito emocionado, passou para a tocha para as mãos da ex-jogadora de basquete Hortência, que é o símbolo para o Brasil, considerada uma das maiores jogadoras de basquetebol de todos os tempos. É a maior pontuadora da história da seleção, com 3.160 pontos, marcados em 127 partidas oficiais, e medalha de prata nos jogos de Atlanta em 1996.

Vanderlei Cordeiro de Lima, o atleta impedido de ganhar o ouro em Atenas 2004, foi o escolhido para o momento máximo de uma festa que celebrou a música brasileira e louvou as belezas do Brasil. Ele recebeu a chama olímpica das mãos de Hortência e acendeu a pira olímpica que é pequena para diminuir o gasto de combustível. Atrás dela há uma escultura  que representa o sol, uma energia renovável.

Uma mensagem foi passada ao mundo, nas vozes das atrizes Fernanda Montenegro e Judi Dench, lendo Carlos Drummond de Andrade: precisamos cuidar do nosso planeta. Entre três e quatro bilhões de pessoas assistiram a Cerimônia.

chama-olimpica-na-candelaria-rio-de-janeiro-2016“Pira do Povo”
A pira olímpica situada em frente à Igreja da Candelária, no Centro do Rio, apelidada pelo público de “Pira do Povo” foi acesa à 0h20 desta sexta-feira (5 de agosto), encerrando a cerimônia de abertura da 31ª edição dos Jogos Olímpicos. O fogo que acendeu a chamada “pira do povo” veio do Maracanã, onde havia acabado de terminar a festa que durou quase quatro horas e oficialmente deu início à Olimpíada do Rio e quem teve a honra de acender foi  Jorge Alberto Gomes , um jovem atleta de 14 anos do Rio de Janeiro que pratica atletismo.

> Elogios da Imprensa Internacional – a imprensa internacional elogiou a cerimônia que emocionou a todos

“O Brasil surpreendeu com uma festa cheia de luz e música, assim como com várias cenas muito marcantes. Teve festa, um pouco de samba e, sobretudo, uma enorme celebração nas arquibancadas.” avaliou o diário espanhol “Sport”.



GALERIA DE FOTOS