Brasileiro é curado por milagre de Madre Teresa de Calcutá que é declarada Santa pelo Papa Francisco; conheça a história

papa-francisco-e-santa-madre-teresa-de-calcutaMadre Teresa de Calcutá, foi declarada Santa no domingo (4 de setembro) pelo Papa Francisco, em um dos momentos mais esperados na história recente da Igreja Católica. A missa de canonização aconteceu no Vaticano. A cerimônia reuniu mais de 120 mil fiéis na Praça São Pedro, os quais reagiram com aplausos quando Francisco leu a tradicional sentença em latim que elevou a santa o status da religiosa que dedicou sua vida aos pobres. “Hoje entrego a esta emblemática figura de mulher e de consagrada a todo o mundo do voluntariado. Que ela seja nosso modelo de santidade”, disse o Papa.

O Papa Francisco denunciou o que ele chamou de pecado moderno da indiferença com a fome, a exploração e outros sofrimentos. Ele elogiou o exemplo de Madre Teresa de Calcutá. Para a Igreja Católica, Madre Teresa é um exemplo. Mostra que o ideal de ajudar ao próximo é viável mesmo no mundo contemporâneo. O Papa destacou a universalidade da nova santa. Francisco lembrou que ela costumava dizer que “não falava a língua de todos, mas sabia sorrir”. O dia da Santa Teresa de Calcutá será celebrado todo dia 05 de setembro.

madre-teresa-de-calcuta-sorriso-ajuda-aos-pobresA história de Madre Teresa de Calcutá
Ao longo dos 87 anos de vida, ela escolheu a missão de aliviar o sofrimento dos mais pobres. Vencedora do Prêmio Nobel da Paz em 1979, foi uma das mulheres mais influentes do mundo.

É reverenciada pelos católicos como modelo de compaixão. O trabalho com os mais pobres nas favelas da cidade de Calcutá na Índia a tornou conhecida como “Santa das Sarjetas“. Em 1950 fundou a congregação religiosa das Missionárias da Caridade que se espalhou por mais de 100 países e hoje conta com mais de 4 mil religiosas dedicadas aos pobres e doentes.

> De família albanesa Madre Teresa nasceu em 1910 em uma cidade que hoje faz parte da Macedônia. Com o nome de batismo Gonxhe Agnes Bojaxhiu, entrou para a ordem religiosa Irmãs de Nossa Senhora de Loreto na Irlanda e passou a adotar o nome de Teresa em homenagem à Santa Teresa de Lisieux (França); foi transferida para a Índia onde descobriu sua verdadeira vocação: ajudar os pobres. Passou a usar como hábito um sari, tradicional roupa indiana, branco com listras azuis.

madre-teresa-de-calcutaAparência frágil, força para ajudar os pobres e doentes, críticas e homenagens de chefes do mundo todo

Muito elogiada por inúmeras pessoas, governos e organizações, Madre Teresa de Calcutá foi homenageada por inúmeros chefes de Estado e reverenciada por personalidades. Também foi duramente criticada, por talvez não se importar com a origem do dinheiro das doações e também pelas condições das casas dos doentes que ela cuidava.

O Padre Brian Kolodiejchuk que liderou os esforços pela santificação discorda dos críticos e diz que muitos não entenderam o objetivo de Madre Teresa era cuidar dos doentes e ajudar os pobres e não construir hospitais. A mensagem era e continua sendo levar paz e conforto aos mais necessitados.

Madre Teresa de Calcutá morreu em 1997, aos 87 anos, de ataque cardíaco, quando preparava um serviço religioso em memória da Princesa Diana de Gales, sua grande amiga, que faleceu num acidente de automóvel em Paris. Seu enterro em Calcutá, em 5 de setembro de 1997, foi um acontecimento nacional na Índia e milhões de pobres acompanharam seu corpo pelas ruas da cidade.

Popularidade, fé e milagres
A popularidade e a fé dos católicos na religiosa levou ao processo de santificação. Madre Teresa de Calcutá foi beatificada em 19 de outubro de 2003 pelo Papa João Paulo II devido ao milagre ocorrido com Monica Besra, uma indiana que teria sido curada de um tumor no estômago de forma inexplicável, graça que foi atribuída à intercessão de Madre Teresa de Calcutá. Os dois milagres atribuídos à Madre Teresa de Calcutá envolvem cura de doentes.

brasileiro-que teve-milgare-de-madre-teresa-calcuta
Marcilio Haddad Andrino, brasileiro de São Vicente (SP) que foi curado pelo milagre de Madre Teresa de Calcutá

Milagre de Madre Teresa salva brasileiro
A igreja abriu caminho em 2015 para a canonização da beata após declarar como milagre a recuperação do brasileiro Marcilio Haddad Andrino, que tinha múltiplos pontos de inflamação no cérebro.

Quando Andrino sofreu em 2008 os abscessos cerebrais, dos quais médicos disseram que ele não iria se recuperar, sua família rezou para Madre Teresa. Ele conta que seu estado de saúde piorou ao ponto de ter sofrido para conseguir andar ao altar durante seu casamento, em setembro de 2008. Em dezembro foi levado inconsciente para hospital. A esposa Fernanda  Andrino disse que colocou toda sua força na oração.

marcilio-andrino-e-familia-no-vaticano-cerimonia-santa-madre-teresa-calcuta
Marcilio , a esposa e os filhos foram ao Vaticano participar da cerimônia que declarou Santa Madre Teresa de Calcutá

O inesperado acontecimento sem explicação científica

O brasileiro estava com uma cirurgia cerebral marcada, mas acordou sem dores de cabeça pouco antes da operação . O médico se mostrou surpreso com a rápida reversão do caso e  afirmou que a cirurgia não seria mais necessária. Marcilio estava curado. Os médicos dizem que não há explicação científica para o caso, que estava quase sem chances de cura. Marcílio diz não ter nenhuma dúvida que Madre Teresa intercedeu por sua cura e fez um milagre em sua vida.

Ao canonizá-la, o papa Francisco afirmou que a figura da madre será a santa de “todos os voluntariados” e pediu que ela fosse considerada o “modelo de santidade”. Disse ainda que carinhosamente a Santa ainda poderá ser chamada de Madre.

“Sua missão nas periferias das cidades e nas periferias existenciais permanece até hoje como testemunho eloquente da proximidade de Deus aos mais pobres entre os pobres.”