Seguro-desemprego e carteira de trabalho já podem ser pedidos pela internet

pesquisando-na-internetO governo federal lançou no dia 21 de novembro um pacote com quatro ações voltadas ao atendimento e à qualificação de trabalhadores no programa “Emprega Brasil”. Uma das iniciativas é a solicitação do seguro-desemprego pela internet, assim que o trabalhador receber os documentos demissionais. O procedimento não elimina a necessidade de ir a um posto do Sine (Sistema Nacional de Emprego) após o cadastro on-line, isso agilizará bastante o atendimento nas agências.

Antes, o trabalhador precisava agendar atendimento em um posto do Sine, preencher um formulário e entregar a documentação. Com a solicitação on-line, ele já irá à agência com o cadastro preenchido. O prazo de 30 dias para receber o benefício começará a contar a partir do preenchimento do pedido na internet.


O governo também apresentou o aplicativo “Carteira de Trabalho Digital”, disponível para Android e iOS. A carteira em papel, contudo, continuará sendo o documento oficial. O app dá acesso a qualquer informação sobre o contrato de trabalho vigente ou os anteriores. Pelo canal, também será possível solicitar a 1ª ou 2ª vias da carteira de trabalho em papel.

Cursos gratuitos a distância
O pacote vai contar ainda com cursos gratuitos a distância, em parceria com a Universidade de Brasília (UnB). Serão oferecidos um total de 50 cursos gratuitos até o fim de 2018. As aulas poderão acessadas a partir de qualquer computador por meio do site Escola Trabalho.

Busca de emprego
O aplicativo Sine Fácil incluso no pacote de ações, ajuda a buscar e se candidatar a vagas de emprego, agora também está disponível para usuários do sistema iOS (iPhone). Anteriormente, o app somente poderia ser baixado em celulares com Android. O software gratuito também tem novas ferramentas para tornar ainda mais simples e rápida a busca por emprego em qualquer lugar do Brasil, sem a necessidade de se deslocar até uma unidade da rede Sine.

A ferramenta de busca de empregos já foi baixada 680 mil vezes e 180 mil pessoas foram encaminhadas a entrevistas de emprego.



Como funciona o seguro-desemprego on-line

– É preciso fazer o cadastro com dados pessoais no site empregabrasil.mte.gov.br
– Caso os dados estejam corretos, o trabalhador precisa acertar quatro repostas de cinco perguntas sobre seu histórico para ter acesso a uma senha provisória. Por isso, é importante ter em mãos a carteira de trabalho física
– Se não conseguir acertar, será preciso aguardar 24 horas para uma nova tentativa ou entrar em contato com a central 135 do INSS
– Ao finalizar o cadastro, o trabalhador deve preencher um formulário com informações pessoais e profissionais, o mesmo dos postos do Sine
– É preciso agendar o atendimento presencial em uma agência do Sine para confirmar o cadastro. A liberação deve ocorrer 30 dias após o preenchimento pela internet

Carteira de trabalho digital
– Baixar o aplicativo “CTPS Digital” no smartphone
– Quem tiver cadastro no cidadão.br e Sine Fácil deve colocar a senha e clicar em “Entrar”
– Se não tiver senha, será preciso criá-la em “Primeiro Acesso no cidadão.br” ou em “Cadastre-se”
– Pelo app, será possível acessar as experiências profissionais formais, além de solicitar a 1ª e ou 2ª vias da carteira de trabalho física