Programa de Parcelamento de Débitos como IPVA e ICMS no Estado de São Paulo em 2018

Contribuinte
Contribuinte busca entre outras alternativas do PPD, principalmente o parcelamento do IPVA

O programa PPD (Programa de Parcelamento de Débitos) criado e voltado para contribuintes com impostos atrasados tem sua maior procura por proprietários de veículos com IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) atrasado e busca pelo programa o parcelamento da dívida.

A edição de 2018 foi solicitada pelo deputado Roberto Engler que pediu estudos para nova abertura de inscrições para o programa no Estado de São Paulo em 2018.

Leia também:
IPVA 2019 para o estado de São Paulo poderá ser parcelado em até 10 vezes no cartão de crédito


Edição 2018 do programa

Normalmente por meio do PPD podem ser liquidados ou parcelados débitos de natureza tributária (IPVA, ITCMD, taxas) e de natureza não tributária (multas, restituições, entre outros), inscritos em dívida ativa, ajuizados ou não e ainda o ITCMD (Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação).

Com o sucesso do programa, vários contribuintes têm procurado pela edição do benefício em 2018, e a informação é  que o projeto do PPD será editado a cada dois anos, e com isso uma nova edição ocorrerá em meados de 2019; outro motivo foi o fato de 2018 ser um ano eleitoral e com isso o governo não poderia conceder benefícios ao contribuinte de acordo com a Lei eleitoral.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual da Fazenda não haverá Programa de Parcelamento de Débitos como IPVA e ICMS no Estado de São Paulo em 2018.

O último Programa de Parcelamento de Débitos (PPD) para o IPVA, ITCMD, Taxas e demais receitas teve seu período de adesão encerrado em 15 de agosto de 2017. A abertura de novos programas depende de aprovação na Assembleia Legislativa neste ano de 2019.

Consultar valor e pendências do IPVA 2018


.