Empréstimo consignado para aposentados e pensionistas passa a ter regras mais rígidas; medida visa aumentar a segurança

Objetivo da ação é combater fraudes e assédio de instituições financeiras ou bancos

Entraram em vigor a partir de abril/2019 as novas regras do INSS que tornam mais rígidas a concessão de empréstimo consignado a aposentados e pensionistas. A partir de agora, as instituições financeiras terão de esperar seis meses para oferecer empréstimos a novos aposentados. Além disso, o benefício ficará bloqueado para contratação de empréstimos por três meses. A medida tem como objetivo combater fraudes e evitar o assédio de bancos e financeiras a novos segurados. Só em 2018 foram 97 mil queixas em relação à insistência das instituições financeiras.



Para o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), o problema não está só no assédio, mas também em como as instituições conseguem ter acesso aos dados do aposentado. Em carta, a organização cobrou o INSS soluções contra práticas abusivas na oferta de empréstimos consignados e alertou para a falta de segurança com os
dados dos consumidores.

“Há preocupação com os riscos que essa abusividade pode causar, como a possibilidade de fraude e facilidade no aumento do número de superendividados no país” explica Ione Amorim, economista do Idec.

Telefone Idec – (11) 3874-2150