Rodovia SP-332 que liga Paulínia à Campinas terá sistema Ponto a Ponto

seta-voltar-paulinia

A data de início da adesão ao sistema (tag) e a forma como será feita ainda está sendo definida pela agência agência de transporte do estado de são paulo (artesp).

Começou  a ser implantado na rodovia Zeferino Vaz SP-332 , na altura do km 119 entre as cidades de Paulínia a Campinas, as estruturas dosistema Ponto a Ponto (cobrança de pedágio por trecho percorrido). As estruturas estão sendo montadas nos dois sentidos da rodovia. A previsão é que o sistema entre em operação a partir de julho deste ano.

Os moradores de Paulínia e de outras cidades vizinhas só vão pagar a taxa se aderirem ao sistema (Tag) e se cadastrarem.

Do contrário, os moradores continuam se deslocando normalmente sem cobrança no trecho que liga Paulínia a Campinas (ida e volta).

A data de início da adesão ao sistema (Tag) e a forma como será feita ainda está sendo definida pela agência Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

Em Paulínia os moradores poderão ser beneficiados, pois ficam próximos a rodovia e utilizam a SP-332 com frequência em seus deslocamentos. Portanto para quem sempre utiliza a rodovia e passa pelo pedágio pagando o valor cheio, poderá aderir ao sistema e pagar um valor reduzido na passagem de cada trecho.

A primeira fase da operação será aberta para moradores de Paulínia e Cosmópolis. Os participantes que aderirem ao sistema pagarão R$ 3,40 ao passar pelas cabines automáticas (mesma forma de cobrança do sem parar) das praças de pedágio da SP-332. A tarifa atual pelo modelo tradicional é de R$ 6,20. Ou seja, será possível reduzir o gasto com pedágio em 45% nesse trecho.

Para os moradores de Cosmópolis que usam a rodovia diariamente, o começo da operação na Zeferino Vaz vai significar uma economia de R$ 5,60 por dia, ou R$ 123,30 mensais. Pela praça do km 135 passam diariamente, em média, 4 mil veículos de passeio de Cosmópolis e Paulínia.

Os motoristas interessados no sistema terão que instalar um tag (chip eletrônico) e o pagamento poderá ser feito de forma pré ou pós-paga. A praça de bloqueio localizada no km 132,55, (retorno da refinaria) em Paulínia, também terá tarifa reduzida para os usuários do sistema Ponto a Ponto: dos atuais R$ 8,60 será cobrado R$ 6,80, redução de 20,9%.

CHIP ELETRÔNICO SERÁ INSTALADO NO VEÍCULOS DAS CIDADES ATENDIDAS PELA RODOVIA

Já na segunda etapa do projeto serão beneficiados moradores de Arthur Nogueira e Engenheiro Coelho. Segundo a Artesp, está previsto para ser implantado o sistema nesses locais dois meses após a fase inicial, mas ainda não há uma data fechada para o seu início.

Nesse trecho, quem aderir ao Ponto a Ponto, pagará R$ 3,40 no pedágio do km 159, uma redução de 17,1% em relação a tarifa de R$ 4,10 da praça por onde passam diariamente cerca mil veículos com placas dos municípios de Arthur Nogueira e Engenheiro Coelho.

Segundo estimativa da Artesp, o novo sistema atenderá cerca de 200 mil moradores das quatro cidades que contam com uma frota de 74.496 veículos de passeio. Quando estiver operando em sua totalidade, o sistema contará com dois pórticos, além das praças de pedágio já existentes.