Nova ciclovia da avenida Norte-Sul em Campinas começa a ser construída

A prefeitura de Campinas anunciou que em até 2 meses a ciclovia da Avenida Norte-Sul, será entregue. A pista de duplo sentido para bicicletas terá 1,3 quilômetro e será construída da altura da Rua Gustavo Ambrust até a Rua Oriente. A ciclovia da Norte-Sul não terá investimentos da prefeitura e toda a construção será realizada por três empresas, acertada por meio de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC).

Uma das novidades da nova ciclovia será os 50 postes de iluminação fotovoltaica, que acumulam energia solar em uma bateria durante o dia para acenderem à noite. As pistas não serão contínuas (os ciclistas precisarão parar nos cruzamentos com as ruas), no entanto, haverá sinalização e semáforos próprios.

A obra inclui ainda novas calçadas no canteiro central, que terão  rampas de acessibilidade a cadeirantes, Campinas tem hoje 18 quilômetros de ciclovias. A ADM Participações e Administrações de Bens, a Residencial Coimbra Empreendimentos Imobiliários o Condomínio do Shopping Center Iguatemi são os responsáveis pela obra.

A prefeitura pretende implantar mais 122 quilômetros em ao menos 20 bairros até 2016. Todas serão construídas em canteiros centrais de vias importantes com sinalização e semáforos próprios, em cruzamentos, para a integração com o trânsito local.

A maior parte das ciclovias terá pontos de parada nos terminais de ônibus e também nos futuros terminais de transferências dos BRTs (Bus Rapid Transit, ônibus de trânsito rápido). Nesses locais serão construídos bicicletários para haver integração entre os meios de transporte e facilitar a mobilidade dos usuários.

O próximo local a ter a implantação de ciclovia será a Avenida Baden Powell, a administração já retirou do Jardim Nova Europa as torres de alta tensão desativadas para o início da obra.

Primeira Fase
Ao todo, o plano cicloviário contempla quatro fases. A primeira teria 16 km de ciclovias até o fim deste ano. Uma das ciclovias, a da Mackenzie, já está pronta. A segunda ciclovia será a da Norte-Sul e a terceira, de 1,6 km, na Baden Powell. Ainda na primeira fase, o distrito de Barão Geraldo receberá um trecho de 2,1 km, que parte da Rua Luiz Vicentin até Avenida Santa Isabel.

A Emdec abrirá também licitação para a contratação da empresa que elaborará os projetos executivos para as obras nas ciclovias da Avenida Washington Luiz (950 metros) e na Theodureto de Almeida Camargo (1,6 km). Além de três trechos no distrito de Nova Aparecida, que somam 2 km, totalizando os 16,3 km.

Outros 52 quilômetros de ciclovias serão realizados após 2016. A segunda parte do projeto atinge áreas do Aeroporto de Viracopos e das rodovias Santos Dumont (SP-075) e Miguel Melhado de Campos (SP-324), localizados na mesma região. A cidade pode chegar a 182 quilômetros de ciclovias.