Atletas retornam à Indaiatuba após seis medalhas no Parapan

jogos-para-pan-americanos

Após conquistar seis medalhas nos Jogos Parapan-Americanos 2015, em Toronto, no Canadá os atletas locais retornaram à Indaiatuba e ainda comemoram o feito numa das maiores competições do mundo.

Ao todo foram duas medalhas de ouro, duas pratas e dois bronzes. As conquistas vieram com três competidores da natação PCD e um do supino. Uma das atletas destaque na natação foi Cecília Kethlen, medalha de bronze nos 50m livre e nos 100m livre, além de recordista nos 100m costas, 400m livre, 50m livre e 100m livre. Além das conquistas, a nadadora conquistou ainda índice para competir durante os Jogos Paralímpicos 2016, que acontecem em setembro no Rio de Janeiro.

O nadador Felipe Caltran foi ouro nos 200m livre e medalha de prata nos 100m peito. Ele ainda foi recordista nos 100m peito tanto na eliminatória quanto na final. O atleta também competiu nos 200 metros medley, mas acabou sendo eliminado. Para fechar o excelente desempenho da natação, Lucas Mozela garantiu a medalha de prata nos 200m medley e foi recordista nos 100m costas.
Supino
Outra medalha de ouro para Indaiatuba com o desempenho com o competidor Evânio Rodrigues, que conquistou a medalha de ouro na categoria acima de 80kg ao levantar 190kg, batendo ainda o recorde do Parapan. Segundo a técnica Cristina Toledo, Evânio atualmente pode ser considerado o melhor atleta do País dentro de sua categoria.

Os Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015 aconteceram de 07 a 15 de agosto. A quinta edição dos Jogos teve a cerimônia de encerramento comandada pelo cantor Wyclef Jean e após oito dias de competições dominadas pela atuação dos atletas do Brasil.

Os brasileiros conseguiram 109 medalhas de ouro, mais do que o dobro que as conseguidas pelo segundo colocado, o Canadá. O país anfitrião terminou a competição com 50 medalhas de ouro, enquanto os Estados Unidos somaram 40 e ficaram em terceiro lugar no quadro de medalhas.

A capital peruana- Lima,  será a sede dos próximos Jogos Pan-Americanos e Parapan-Americanos em 2019.