Paulínia inicia campanha sobre uso indevido de esteroides anabolizantes em academias

seta-voltar-paulinia

Paulínia inicia campanha sobre uso indevido de esteroides anabolizantes em academias
Alerta também se estenderá para quem prescreve tais substâncias

O Departamento de Vigilância em Saúde (DEVISA) de Paulínia iniciou na quinta-feira (24), uma campanha nas academias da cidade para alertar os praticantes de esporte quanto ao uso racional de esteroides anabolizantes e o risco do uso indiscriminado dos medicamentos sem acompanhamento médico e sem indicação clínica diagnosticada.

O alerta também se estende para quem prescreve tais substâncias, para que avaliem sua indicação criteriosamente, analisando alternativas terapêuticas possíveis, se cabíveis.

De acordo com a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, no ato da visita será entregue material gráfico contendo informações sobre uso indevido de tais medicamentos e as implicações da venda indevida. O não cumprimento legal e sanitário da venda de anabolizantes está sujeito às penalidades previstas na Lei 6.437/77, Art. 10 e no Art. 273 do Código Penal – Decreto Lei 2.848/40.

Documento com informações quanto ao uso indiscriminado:

Nos homens
Anabolizantes esteroides, sem acompanhamento médico, pode causar impotência, infertilidade, calvície, aumento da pressão sanguínea, dores nas juntas, alteração das taxas de colesterol, distúrbios na coagulação do sangue, tumores no fígado e no pâncreas, ataque cardíaco e até morte.

Nas mulheres
Os efeitos incluem o engrossamento da voz, desregulação do ciclo menstrual, surgimento de pelos no corpo e no rosto e até o câncer de ovário.

No site da ANVISA o atleta poderá encontrar mais informações sobre o uso de esteroides anabolizantes através do projeto Click Saudável.