Posse sedia reunião do Conselho de Desenvolvimento Metropolitano

seta-voltar-santo-antonio

Posse sedia reunião do Conselho de Desenvolvimento Metropolitano
Prefeitos e representantes da cidades da RMC durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Metropolitano

Prefeitos e representantes das cidades durante a reunião do Conselho de Desenvolvimento Metropolitano

Santo Antônio de Posse sediou a reunião do Conselho de Desenvolvimento Metropolitano na terça-feira (15-set), reunião que teve a presença do secretário estadual do Turismo, Roberto de Lucena que ajudará no fortalecimento da exploração turística dentro do contexto econômico da RMC.

No evento também teve a participação de nove prefeitos e representantes de 15 municípios, além dos membros do Governo do Estado e do subsecretário de Assuntos Metropolitanos, Edmur Mesquita.

Segundo o secretário de turismo “É preciso colocar definitivamente o Turismo na agenda econômica dos municípios e do Estado, pois nele está uma das saídas estratégicas para enfrentarmos esse momento difícil que o Brasil está vivendo e que tem afetado também nosso Estado”, disse Roberto de Lucena.

O secretário falou ainda sobre a necessidade de criação de Conselhos Municipais de Turismo, existentes em 26% dos municípios do Estado e também ressaltou a atual elaboração do Plano de Desenvolvimento Estadual do Turismo. “Contamos com os municípios da RMC para formatar este que será o primeiro inventário turístico do Estado”, destacou Roberto Lucena.

Hoje, dos trinta destinos turísticos mais visitados no Brasil, sete pertencem ao Estado de São Paulo, sendo que Campinas está entre eles, juntamente com São Paulo, Praia Grande, Guarujá, Aparecida, Santos e Ubatuba. Na Região de Campinas, além da força do turismo de negócios, destacam-se a Estância Climática de Morungaba e a Estância Turística de Holambra.

O potencial turístico dos municípios da RMC foi amplamente discutido pelos prefeitos, inclusive pela necessidade de pleitearem o selo de ‘Município de Interesse Turístico’, que garante recursos para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de estrutura adequada para receber os turistas.