Após protestos, escola Alberto Fierz em Cosmópolis passará por mudanças

seta-voltar-cosmopolis

Alunos durante manifestação contrários ao fechamento da escola

A reestruturação na rede de ensino nas escolas do estado de São Paulo vai atingir alunos da escola Alberto Fierz em Cosmópolis. No dia 6 de outubro alunos fizeram um protesto contra o fechamento da unidade que agora irá abrigar ensino técnico.

A reestruturação, segundo o governo estadual, pretende dividir as escolas de acordo com os ciclos de educação. Ensino fundamental 1, para crianças do 1º ao 5º ano; ensino fundamental 2, do 6º ao 9º ano, e ensino médio. Cada unidade de ensino será destinada para alunos de uma determinada idade.

Os alunos da escola Alberto Fierz, serão transferidos para a Professora Lídia Onélia Kalil Aun Crepaldi, no Jardim Santa Rosa, que vai abrigar estudantes de ensino fundamental 2 e médio.

De acordo com o governo, a reorganização da rede criou 754 escolas de ciclo único, focadas em uma única faixa etária. Assim, 2.197 escolas em todo o Estado (43% do total) passarão a funcionar neste modelo, a partir de 2016. Serão abertas 2.956 classes e haverá uma diminuição de 18% de escolas de dois segmentos, passando de 3.209 para 2.635.