Política em Paulínia: TSE mantém cassação do ex-prefeito Edson Moura Junior

seta-voltar-paulinia

Política em Paulínia: TSE mantém cassação do ex-prefeito Edson Moura Junior
As disputas judiciais causadas pelas eleições fizeram a cidade passar por vários problemas e instabilidade política

Em sessão realizada nesta quinta-feira (1º de outubro) em Brasília, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou o recurso de Edson Moura Junior (PMDB) para tentar voltar ao cargo de prefeito de Paulínia. Os ministros consideraram que houve fraude na substituição de candidatos à véspera das eleições em 2012, quando o peemedebista assumiu o lugar do pai, Edson Moura (PMDB), na disputa.

Com a decisão, José Pavan Junior (PSB), o segundo colocado nas urnas em 2012, continua no cargo.

O julgamento do RESpe (Recurso Especial Eleitoral) 9985 começou em 6 de agosto, quando quatro ministros votaram por manter a cassação. A ação estava parada, no entanto, por um pedido de vistas do ministro Dias Toffoli, que nesta quinta-feira (1º) apresentou voto contrário ao recurso. Quatro dos sete ministros do TSE – Luciana Lóssio, Maria Thereza Rocha de Assis Moura, Gilmar Mendes e Admar Gonzaga – já haviam decidido que a substituição de Edson Moura pelo filho Edson Moura Junior na disputa pela prefeitura de Paulínia, em 2012, caracterizou fraude eleitoral.

Os ministros Luiz Fux e Dias Toffolli, que faltavam votar, acompanharam os votos divergentes ao do relator João Otávio de Noronha, o único favorável à legitimidade da eleição de Moura Junior. Assim, o placar final, de 6 a 1, confirma a inelegibilidade, até 2020, do ex-prefeito Edson Moura Junior e do ex-vice-prefeito Francisco Almeida Bonavita Barros. Mais informações e o vídeo do julgamento estão no site do TSE.
As disputas judiciais causadas pelas eleições fizeram a cidade passar por vários problemas e instabilidade política. Houve troca de prefeitos na cadeira de chefe do Executivo desde 2012. Além do próprio Edson Moura Junior, o vereador Marquinho Fiorella chegou a assumir o cargo por estar na presidência Câmara e, agora, o responsável pela administração municipal é José Pavan Junior (PSB), segundo colocado no pleito.