Indaiatuba é 2ª cidade da RMC no Ranking das melhores cidades do Brasil para investir em negócios

seta-voltar-indaiatubaindaiatuba-melhor-cidade-regiao-campinas-investimentos-sao-pauloIndaiatuba ocupa a 19ª posição no ranking nacional de 2015 das Melhores Cidades do Brasil para Investir em Negócios, com 11,79 pontos, conforme estudo elaborado pela consultoria Urban Systems para a Revista Exame. A lista com as 100 melhores foi divulgada pela revista no final do mês de outubro. Barueri (SP) lidera o ranking com 14,99 pontos. Esta é a segunda edição da pesquisa que analisou 648 municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes, e que são responsáveis por 80% do PIP (Produto Interno Bruto).

Apenas seis cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) integram a lista e, entre elas, Indaiatuba aparece em segundo lugar, atrás apenas da cidade Campinas, que recebeu a pontuação de 13,04. Na sequência aparecem Valinhos, com 11,38 pontos (21ª); Hortolândia, com 11,33 (22ª); Americana, com 10,36 pontos (47ª) e Itatiba, com 9,50 pontos (95ª).

O estudo foi elaborado com base em 28 indicadores divididos em quatro categorias: desenvolvimento econômico, capital humano, infraestrutura e desenvolvimento social. Na categoria desenvolvimento social, Indaiatuba ocupa a 6ª posição nacional, atrás de Balneário Camboriú, Jundiaí, Barretos, Valinhos e Maringá. Em se tratando de infraestrutura, a cidade ficou com a 9ª posição, atrás de Campinas, Guarulhos, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, São Caetano do Sul, Goiânia e Belo Horizonte.

Conforme o levantamento feito pela Urban Systems, as cidades mais promissoras se concentram na região Sudeste e no Sul do país, que somam dois terços do ranking. Das 100 cidades que compõem o ranking, 55 estão na região Sudeste, 20 na região Sul, 11 no Centro-Oeste, oito na região Nordeste e seis na região Norte.

O estudo revela ainda, que as melhores cidades do Brasil para os negócios apresentam indicadores econômicos e sociais acima da média nacional. Entre as 100 melhores, a média do PIB per capita é de R$ 34.935,00, enquanto a média nacional é de R$ 22.044,00. A média de trabalhadores com curso superior é de 23% entre as 100 e 18,5% no país. A renda média desses trabalhadores é de R$ 2.295,00 contra os R$ 2.073,00 da média nacional.

No ano passado, quando a Revista Exame publicou o ranking pela primeira vez, a campeã foi o município de Vitória, capital do Espírito Santo, que este ano caiu para a 6ª posição. Indaiatuba, que estava em 64º lugar, subiu 45 posições. Em 2014 o estudo analisou 293 municípios brasileiros com mais de 100?mil habitantes, que representavam 71% do PIB do país.