Jovem morre vitima de explosão de produto químico em Hortolândia

seta-voltar-hortolandia

Jovem morre vitima de explosão de produto químico em Hortolândia
Casa onde era armazenado os tambores com produtos químicos

Morreu na madrugada de sábado (14) Ivan dos Santos Brandão, ferido há dez dias após explosão de produto químico na casa vizinha há sua em Hortolândia. O jovem de apenas 22 anos, estava internada desde 5 de novembro na ala de queimados do Hospital Estadual de Bauru. O pai de Ivan, Euclides Nazareno Brandão, de 55 anos, também não resistiu aos ferimentos e faleceu no último dia 7.

O produto químico que explodiu estava em tambores. O líquido inflamável vazou e pegou fogo, causando a explosão. O responsável pelos tambores ainda não foi encontrado pela Polícia.

Euclides Brandão foi buscar Ivan retornava de uma viagem a Recife (PE) no aeroporto de Viracopos quando chegaram ao imóvel aconteceu a explosão.

A tia de Ivan contou que só encontrou o irmão duas quadras para baixo da casa, e que seu sobrinho entrou na casa do vizinho, pedindo ajuda para apagar o fogo em seu corpo. Tanto pai quanto filho tiveram queimaduras em ao menos 70% do corpo.

Investigações
De acordo com a Polícia Civil, a explosão ocorreu no tambor onde era guardado produto químico um deles identificado como “álcool etílico”. Todo material foi recolhido para perícia. A moradora do imóvel onde estavam os tambores afirma que não era dona do material e que só emprestou o espaço para um conhecido.