Prefeitura de Vinhedo fará cortes em salários e horas-extras

seta-voltar-vinhedo

Prefeitura de Vinhedo fará cortes em salários e horas-extras
Prefeito e secretários terão corte de 10% em seus salários

Tentando reduzir os efeitos da crise nacional que afeta o país, a Prefeitura de Vinhedo anunciou, na quarta-feira (11-nov), novas medidas para economizar cerca de R$ 20 milhões durante um ano.

Entre as novas medidas adotadas, estão o corte nos salários do próprio prefeito, Jaime Cruz (PV), e de todos os secretários municipais, o que resultaria em economia de R$ 450 mil em um ano. Os salários do funcionalismo público não terão reajuste em 2016 e contratos realizados nos últimos cinco anos serão revisados.

A Prefeitura também determinou corte nas horas-extras dos servidores, sendo mantido, apenas, em setores como Saúde e Segurança, o que consome cerca de R$ 500 mil mensais dos cofres públicos.

Outra medida será o corte de 10% nas contas mensais da prefeitura, que inclui devolução de carros oficiais e redução de 20% nos gastos com telefonia nos departamentos municipais e do mesmo valor para contas de água.