Funcionário público de Campinas é preso em ação contra crime organizado, ação buscas suspeitos em outras cidades

Funcionário público de Campinas é preso em ação contra crime organizado, ação buscas suspeitos em outras cidades
Policia em frente ao paço municipal em Campinas no momento da prisão do funcionário público

Policiais do Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar (Baep) e promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prenderam cerca de dez pessoas na manhã desta terça-feira (1º-dez) em Campinas (SP) e cidades da região. Segundo a PM, a ação é para prender lideranças da facção criminosa PCC que age no estado de São Paulo.

Funcionário público de Campinas é preso em ação contra crime organizado, ação buscas suspeitos em outras cidades
Policiais no estacionamento interno da prefeitura de Campinas durante ação contra o crime organizado

Entre os detidos estava um funcionário público preso na Prefeitura de Campinas, o homem foi detido dentro do Palácio dos Jequitibás. O helicóptero águia da Polícia Militar fez o apoio aéreo durante a operação. Os promotores investigam as tentativas do PCC de financiar políticos da região.

Ao todo estão sendo cumpridos 15 mandados de prisão e 24 de busca e apreensão. A operação ocorre simultaneamente em Campinas, Sumaré, Hortolândia, Americana, Indaiatuba e Paulínia.