Carnaval 2016: Doze cidades da Região de Campinas cancelam a festa

Carnaval 2016: Doze cidades da Região de Campinas cancelam a festaVárias cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) confirmaram o cancelamento do Carnaval 2016 diante da necessidade de cortes de gatos em função da crise em que o país atravessa.

Campinas
O cancelamento dos festejos do Carnaval de rua em 2016 foi anunciado em dezembro do ano passado. A decisão foi tomada devido à crise econômica que o Brasil atravessa, segundo o secretário de Cultura Ney Carrasco. As 10 escolas de samba do município não receberão aporte o repasse financeiro para realizarem o desfile de rua. “Não foi uma decisão política, foi econômica. Poderíamos fazer o Carnaval, mas não teríamos mais dinheiro para outros projetos para o resto do ano”, explicou Carrasco.

A prefeitura vai economizar R$ 1,3 milhão, dinheiro que deve ser investido em outros projetos.

Paulínia
Segundo a prefeitura, a decisão foi tomada para dar prioridade ao pagamento de professores e funcionários da rede municipal, adiantar a primeira parcela do 13° salário de 2016, entre outros serviços como dar continuidade a ampliação do Hospital Municipal. Em 2015, a prefeitura já havia cancelado o carnaval na cidade. Na época, o prefeito estimava que os gastos com o carnaval chegassem a R$ 2,5 milhões.

Americana
A justificativa para o cancelamento é a má situação financeira da cidade. A Secretaria de Cultura e Turismo não fez uma estimativa de custos, mas acredita que os gastos estariam em torno de, no mínimo, R$ 60 mil.

Monte Mor
A festa foi cancelada para conter gastos. Segundo a prefeitura, não há nenhuma área prioritária em que a verba será destinada. A administração estima que os custos para a realização do evento girariam em torno de 120 mil reais.

Jaguariúna
Optou pelo cancelamento por causa da crise financeira e visa a contenção de gastos do município. O evento necessitaria de investimentos, o que poderia prejudicar áreas como educação e saúde. O valor da economia chega a R$ 250 mil, mas prefeitura não informou como esta verba será utilizada.

Hortolândia
De acordo com a administração municipal, o dinheiro economizado pelo cancelamento será revertido em áreas prioritárias como a saúde. Aproximadamente R$ 300 mil serão economizados.

Valinhos
Também optou pelo cancelamento. Segundo a prefeitura da cidade, serão economizados com o cancelamento R$ 700 mil reais. Esta verba será utilizada em serviços básicos para os moradores da cidade, como a compra de medicamentos.

Vinhedo
No caso de Vinhedo, a administração disse que tradicionalmente não faz carnaval, devido a Festa da Uva.

 

Mais cidades
As prefeituras de Cosmópolis, Nova Odessa, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste também confirmaram que não irão realizar o Carnaval em 2016.

Artur Nogueira, Holambra, Indaiatuba e Itatiba confirmaram o carnaval 2016, mas a festa será mais simples do que em anos anteriores.