Novo salário mínimo no Brasil em 2016; veja o valor

Governo anuncia novo salário mínimo a partir de 1º de janeiro
No estado de São Paulo o valor poderá ser ainda maior

O salário mínimo em 2016 tem novo valor e foi definido em decreto assinado em 29-dez  pela presidente Dilma Rousseff (PT)  publicado no Diário Oficial da União no dia 30-dez.

Desde 1º de janeiro de 2016, o valor do salário mínimo aumentou para R$ 880,00.

O aumento do salário mínimo foi de 11,7%, já que o valor  era de R$ 788,00. “Com o decreto assinado hoje pela presidente Dilma Rousseff, o governo federal dá continuidade à sua política de valorização do salário mínimo, com impacto direto sobre cerca de 40 milhões de trabalhadores e aposentados, que atualmente recebem o piso nacional”, diz nota do Palácio do Planalto.

A proposta de Orçamento aprovada pelo Congresso Nacional previa um salário mínimo de R$ 871.No Estado de São Paulo, aguarda aprovação do Legislativo a proposta do governo de reajustar o salário mínimo dos atuais R$ 905 para R$ 1 mil, o que representa aumento de 10,5%.
Seguro-desemprego:
O aumento do salário mínimo reajusta o valor do seguro-desemprego, cuja parcela mínima passa também para R$ 880,00. O benefício foi instituído em 1990 e é concedido ao trabalhador desempregado sem justa causa.

Abono salarial:
O benefício equivale a um salário mínimo vigente, ou seja, também subirá para R$ 880,00. O abono é pago anualmente aos trabalhadores que recebem remuneração mensal de até dois salários mínimos. Atualmente o dinheiro é pago a quem tenha exercido atividade remunerada por, no mínimo, 30 dias consecutivos ou não, no ano, esteja cadastrado no PIS (empregado da iniciativa privada) ou Pasep (servidor público) por pelo menos 5 anos, e cujo empregador tenha declarado o trabalhador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano base.