Queda extrema de vendas de fim de ano em Campinas e região

seta-voltar-campinas

Vendas no mês de dezembro em Campinas foram as piores nos últimos 15 anos
ACIC associa baixas nas vendas ao atual momento de crise econômica no país

O saldo de vendas do final do ano em Campinas apresentou queda de 8,28% em relação ao mesmo período de 2014, os números foram apresentados na terça-feira (05-jan) pela Acic (Associação Comercial e Industrial de Campinas). Em 15 anos, esta é a primeira vez que a data contabiliza uma movimentação negativa.

Em 2105 as vendas somaram R$ 1,830 bilhão ante R$ 1,995 bilhão de 2014. A justificativa apresentada pela Associação é que a crise econômica que o país enfrenta fez com que os consumidores economizassem nas compras natalinas. A inflação acima de 10% e a taxa de juros básica a 14,25% foram alguns dos vilões do cenário de recessão.

O desemprego, que pode atingir dois dígitos, também reduziu a confiança na hora de comprar. Os itens mais procurados, que apresentaram ligeiro crescimento na lista dos consumidores foram bebidas e alimentação (3,5%), seguidos de joias, perfumes e bijuterias (3%) , vestuário e calçados (2%). Brinquedos e eletroeletrônicos registraram queda na procura, de 1,2% e 1,9%, respectivamente.

Segundos as Associações Comerciais da região o comércio sofreu com as baixas vendas, sentindo ainda mais as que fazem divisa com Campinas como Hortolândia, Paulínia e Valinhos.