Cinco municípios da região de Campinas registram casos de zika vírus

 

Um balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde aponta que cinco municípios da região metropolitana de Campinas possuem moradores infectados pelo zika vírus, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. De acordo com a secretaria, nove dos 61 pacientes contaminados no estado são pessoas residentes em cidades da região. O caso mais recente foi confirmado na quarta-feira (24) em Paulínia e trata-se de uma gestante que pegou a doença no Rio de Janeiro.

Os municípios que registram a doença são; Campinas (1 caso), Paulínia (1 caso), Sumaré (2 casos), Americana (1 caso) e Cosmópolis (1 caso). As notificações de Paulínia, Cosmópolis e Atibaia são importadas, ou seja, as pessoas pegaram a doença fora dessas cidades. Os demais municípios têm registros autóctones (contraídos na cidade).

A Secretaria de Saúde de Paulínia informou que até ontem a cidade registrou 224 suspeitas de casos de dengue, sendo que 214 registros foram descartados e 10 notificações foram confirmadas.

O primeiro caso de zika confirmado no estado foi registrado em Sumaré e o paciente descobriu a doença após doar sangue. O receptor do material sanguíneo que também é morador de Sumaré acabou contraindo o vírus. Em Campinas um jovem de 20 anos, morador da região sudoeste foi o primeiro caso registrado na cidade.

 

Para prevenir a chegada da doença veja alguns cuidados importantes:

1 – Mantenha bem tampados: caixas, tonéis e barris de água.
2 – Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada.
3 – Não jogue lixo em terrenos baldios.
4 – Se for guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha sempre a boca para baixo.
5 – Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje.
6 – Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.
8 – Se for guardar pneus velhos em casa, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.
9 – Limpe as calhas com freqüência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água.
10 – Lave com freqüência, com água e sabão, os recipientes utilizados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.
11 – Os vasos de plantas aquáticas devem ser lavados com água e sabão, toda semana. É importante trocar a água desses vasos com freqüência.