Após chuva forte, moradores de Itatiba contabilizam os prejuízos

seta-voltar-itatiba

mercado-municipal-itatiba
Mercado municipal também sofreu com as fortes chuvas e ficou alagado

Após as fortes chuvas que caíram na segunda-feira (07-mar) em Itatiba, moradores contabilizam os prejuízos. Esta é a segunda vez em 20 dias que os moradores sofrem com os alagamentos.

O nível do rio Itatiba, no trecho que passa pelo Bairro da Ponte, chegou a 7.19 metros e acabou transbordando no bairro Recanto Rouxinol, mas, apesar de estar alto, não causou nenhuma consequência mais grave. Em outras áreas, ruas desmoronaram em alguns bairros e serviços tiveram que ser interrompidos.

A terça-feira foi de limpeza em boa parte da cidade. Outros pontos registrados que ficaram alagados foram: o Mercado Municipal, a biblioteca e a rodovia Constâncio Cintra. Em vários pontos da cidade, o trânsito ficou congestionado e os motoristas ficaram parados por mais de uma hora.

O Mercado Municipal está fechado para o público. Os serviços prestados pela Secretaria de Ação Social, Trabalho e Renda (PAT, Banco do Povo, e setor de RG) e a Biblioteca que estão localizados no prédio anexo também estão interrompidos. A Secretaria de Obras faz a limpeza neste local, ainda sem previsão de retorno das atividades.

Ao todo 13 famílias ficaram desabrigadas: quatro na zona rural, oito no centro e uma no bairro Rei de Ouro. Assistentes sociais verificaram a necessidade da doação de alimentação, colchões e produtos de limpeza. A área mais atingida pelo alagamento e lama foi o bairro Tapera Grande. A unidade de saúde do bairro também foi afetada, mas sem prejuízos.