Atrito entre agentes de trânsito de Campinas e carro particular confundido com Uber

seta-voltar-campinas

Agentes de trânsito de Campinas tentam bloquear carro particular em aeroporto imaginando ser carro do Uber
Conflito entre taxistas e prestadores de serviço geram atritos em várias cidades

Proprietários de transporte privado que usam o aplicativo Uber alegam  excesso de autoridade de funcionários da Emdec de Campinas ao serem abordados pelos agentes de trânsito.

Em uma fiscalização rotineira no Aeroporto Internacional de Viracopos, na noite de quinta-feira (24-mar), há relatos que dois agentes tentaram impedir o motorista de uma empresa privada de entrar em um veículo que teria sido confundido com um carro do Uber, no entanto tratava-se de um empresário, seu assessor e um motorista com um veículo sedan comum.

O conflito entre taxistas e proprietário de veículos que usam o Uber tem gerados vários confrontos entre as categorias em várias cidades do país devido ao valor da corrida ser mais barata que o táxi comum.

Dados extraoficiais indicam que em Campinas já existem cerca de 500 veículos atuando com o aplicativo Uber. A Prefeitura de Campinas informou que vai apurar possíveis abusos na abordagem dos agentes feita em Viracopos.