Campinas tem 100 mil pessoas nas ruas em sua maior manifestação popular

seta-voltar-campinas

 

Na maior manifestação que se tem registro em Campinas, cerca de 100 mil pessoas tomaram as principais ruas do centro da cidade na manhã de domingo (13-mar), contra a corrupção e pelo impeachment da presidente Dilma Roussef (PT). A manifestação  teve início no Largo do Rosário pouco antes das 10h e terminou às 12h na Praça Carlos Gomes.

O ato contou com a participação de cinco carros de trio elétrico (além de uma carreta estacionada no Largo do Rosário) e exigiu a interdição das principais vias do Centro, nenhum incidente grave foi registrado.

Faixas e cartazes pediam a saída da presidente Dilma e a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.  Muitos cartazes prendiam vassouras, numa referência à limpeza ética que deve ser feita no país. Ao menos 400 motociclistas participaram da manifestação e fizeram um buzinaço.

Batizado de “Esse impeachment é meu”, o ato além de pedir a saída de Dilma, também apoiava as ações do juiz Sérgio Moro (responsável pela Operação Lava Jato).