Pesquisa aponta que região de Campinas é a segunda no estado em números de casamentos

seta-voltar-campinas

Região de Campinas é a segunda no estado em números de casamentosA Fundação Seade divulgou os dados de uma pesquisa realizada em 2014 que apontou que a região de Campinas é a maior em número de uniões legais no estado, responsável por 15,9% dos casamentos, atrás apenas da Região Metropolitana de São Paulo com 45,9% dos relacionamentos formais.

No total, a Região Administrativa de Campinas (composta por 91 cidades) registrou 47.206 casamentos em 2014, número que cresce ano a ano. Em 2013, foram registrados 44.199 uniões. A média de idade entre os cônjuges aumentou. Segundo a pesquisa, a justificativa é que os jovens estão dedicando mais tempo aos estudos antes de se programarem para o casamento.

Na região de Campinas, o homem se casa em média com 32,8 anos e a mulher com 30,2. Entre os casais, mais de 80% são formados por homens e mulheres que eram solteiros. Outros 17% dos homens eram divorciados e 15,4% de mulheres. Mesmo estando entre as líderes no estado, a região tem uma das menores taxas de nupcialidade, com 8,9 casamentos para cada 100 mil habitantes acima de 15 anos. Lideram no estado as regiões de Sorocaba e Barretos, com taxa de 9,7.

Campinas também está longe da liderança quando o assunto é a taxa de casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Na cidade, são 4,5 uniões a cada 100 mil habitantes acima de 15 anos. A Baixada Santista lidera o índice, com 10 matrimônios.

A cidade de Campinas tem registrado aumento no número de casamentos no decorrer dos anos. Em 2014, foram 8.014 uniões legais, ante 7.493 em 2013, quase 7% a mais. Em 2005, foram registrados 6.043 uniões legais. A taxa de nupcialidade também cresceu, passou de 8,5 em 2013 para 8,9 em 2014, aumento de 4,7%.

pesquisa-seade