Campanha de vacinação em Campinas contra gripe H1N1 vai começar; veja os cuidados na prevenção e sintomas

seta-voltar-campinas

Vacinação contra gripe H1N1 vai começar em Campinas
Objetivo neste ano é de vacinar 80% das 245,6 mil pessoas no grupo de risco em Campinas

A Secretaria de Saúde de Campinas informou que campanha de vacinação contra a gripe H1N1 se inicia no município a partir do próximo sábado (30-abr), o objetivo da campanha é conseguir imunizar pelo menos 80% das 245,6 mil pessoas que se enquadram no grupo de risco.

Grupos de Risco

De acordo com o cronograma do Governo do Estado, as ações que tem início no sábado, 30/4, com o ‘Dia D’ serão realizadas em duas etapas distintas.

A primeira etapa, a partir do dia 30 /04, é destinada a pessoas com 60 anos ou mais de idade, crianças entre 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes, e mamães recentes e profissionais de saúde que trabalham em hospitais e unidades de pronto atendimento públicos e privados e nas Unidades Básicas de Saúde.

A segunda etapa será realizada a partir de 9 de maio para pessoas com doenças crônicas  e outros profissionais de saúde.

As 270 mil doses da vacina serão distribuídas nos 64 Centros de Saúde do município até o dia 20 de maio. Campinas já registrou 11 casos de moradores contaminados pelo vírus H1N1, e uma morte confirmada. Outras duas mortes serão investigadas se têm alguma relação com a gripe A.

De acordo com a Secretaria de Saúde, em 2015 foram imunizadas 193 mil (ou 79,5%) das 244 mil pessoas do grupo de risco em Campinas.

gripe-h1n1-cuidados-prevencao-vacinaDúvidas comuns sobre a gripe H1N1

1. O que é a gripe H1N1?
É uma gripe do tipo A causada pelo vírus H1N1, que circula entre humanos. Ele foi detectado no México, em abril de 2009, e se disseminou rapidamente, causando uma pandemia mundial chamada, na época, de gripe suína.

2. Como a gripe é contraída?
Quando se inala secreções do doente ao falar, espirrar ou tossir e quando há contato com superfícies infectadas, como mesas, maçanetas ou talheres.

3. Quais são os sintomas?
Os mesmos da gripe normal, porém mais fortes: febre alta, tosse, dor muscular, dor de cabeça e de garganta, coriza e irritação nos olhos e ouvidos. Também pode provocar falta de ar e dor no tórax.

4. Como prevenir e evitar?
A vacinação é a melhor maneira, mesmo não sendo 100% eficaz. Além disso, evite levar a mão aos olhos, ao nariz e à boca, lave sempre as mãos com sabão ou álcool e cubra a boca quando for tossir ou espirrar.

5. Como funciona o tratamento?
O doente deve repousar, beber muito líquido e evitar álcool e cigarro. Medicamentos como o paracetamol (Tylenol) podem ser usados para combater febre e dores. Em casos graves ou grupos de risco (idosos, crianças, asmáticos, cardiopatas, diabéticos, indígenas, entre outros), pode ser recomendado antiviral, como o oseltamivir (Tamiflu), vendido com receita médica.

A vacina de gripe é atualizada todos os anos para adequá-la aos vírus circulantes naquela estação e sua composição é definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Ela protege contra três tipos da doença: H1N1, H3N2 e Influenza B.


gripe-a-H1n1-prevenca-vacina-campinasA vacina é importante e também é a forma mais ágil para proteger a população, mas cuidados básicos ainda são necessários:

1. Ao espirrar, sempre cubra a boca com as mãos ou com um lenço;
2. Não compartilhe alimentos, copos, toalhas e outros objetos de uso pessoal;
3. Evite tocar nos olhos, boca e nariz em ambientes públicos, ou antes, de higienizar as mãos, pois esses são locais por onde o vírus pode entrar;
4. Lave sempre as mãos, com sabão ou álcool em gel, especialmente após tossir ou espirrar;
5. Aglomerados de pessoas e ambientes fechados são locais propícios à contaminação, então é bom evitá-los sempre que possível.