Guarani Futebol Clube de Campinas comemora aniversário de 105 anos

guarani-105-anos

O Guarani Futebol Clube completa 105 anos neste ano de 2016. O primeiro e único campeão brasileiro do interior foi fundado em 2 de abril de 1911 por alguns jovens de ascendência italiana, e um jovem de ascendência alemã, o nome do clube de futebol foi uma homenagem à obra-prima do compositor Carlos Gomes, “Il Guarany” (O Guarani).

Com sede na cidade de Campinas, no Estado de São Paulo, o Guarani é conhecido popularmente como “Bugre” devido ao seu mascote, um índio. Suas cores são o verde e o branco. Seu estádio é o Brinco de Ouro da Princesa, ou apenas Brinco de Ouro, cuja capacidade é para 29.130 espectadores. Seu maior rival é a Ponte Preta, cujo clássico é conhecido como Dérbi Campineiro e é tida como uma das maiores rivalidades do futebol paulista. Atualmente, o clube disputa o Série A2 do Campeonato Paulista e a Série C do Campeonato Brasileiro.

estadio-brinco-de-ouro-guarani
Estádio do Guarani – Foto: Hélio Suenaga /Gazeta Press

Por quê Brinco de Ouro da Princesa?
O estádio Brinco de Ouro foi inaugurado em 1953 com a partida em que o Guarani venceu o Palmeiras por 3 a 1. O nome do estádio veio em 1948 quando o jornalista João Caetano Monteiro Filho precisava de um título para a foto da matéria. Ao ver a forma circular e a beleza do novo estádio, lhe veio à mente a imagem de um brinco. E como Campinas era conhecida como a “Princesa D´Oeste”, criou no título um trocadilho que ficaria para a história: “Brinco de ouro para a “princesa” ”, publicado na página 6 da edição de 13 de Julho do Correio Popular. Foi o que bastou para que a população passasse a chamar o futuro estádio dessa maneira. Quando se decidiu pelo nome oficial, não houve dúvida: Brinco de Ouro da Princesa.

guarani-futebol-clube-2016Títulos Conquistados
Uma das mais tradicionais equipes do interior de São Paulo, o Guarani conquistou ao todo 12 títulos campineiros entre as décadas de 1910 e 1950. Sua maior conquista no futebol é o Campeonato Brasileiro de 1978, a primeira conquista nacional de primeira divisão de um clube de futebol do interior do Brasil.

O Bugre também conquistou o Campeonato Brasileiro Série B de 1981, foi por duas vezes finalista do Campeonato Brasileiro (em 1986 e 1987) e por outras duas do Campeonato Paulista (em 1988 e 2012). No plano internacional, a equipe campineira já participou por três vezes da Copa Libertadores da América, tendo feito sua melhor campanha na edição de 1979, quando alcançou a fase semifinal.




Momentos tristes e superação

Infelizmente alguns episódios ruins marcaram o clube em campo como rebaixamentos e fora
de campo, o recente leilão do Brinco de Ouro. Mas o Guarani segue lutando para voltar à elite do futebol de São Paulo e dar à sua torcida apaixonada mais alegrias para colorir a cidade de verde e branco.

Atualmente o técnico do time do Guarani é Luis Carlos de Oliveira Preto, o Pintado, porém o treinador anunciou seu desligamento do time campineiro. Pintado deverá participar da comissão técnica do São Paulo. O presidente atual do Guarani é Horley Alberto Cavalcanti Senna.

Clique e veja o atual elenco completo dos jogadores

 

guarani-futebol-campinasFamosos – Veja os jogadores que atuaram no Guarani
*Amaral (João Justino Amaral dos Santos) – Jogou no Guarani de 1971 a 1978.
*Amoroso (Márcio Amoroso do Santos)- Jogou no Guarani de 1994 a 1995.
* Careca (Antônio de Oliveira Filho) – Jogou no Guarani de 1978 a 1982.
* Evair (Evair Aparecido Paulino) – Jogou no Guarani de 1985 a 1988.
*João Paulo (Sérgio Luiz Donizetti) – Jogou no Guarani de 1984 a 1988.
* Neto (José Ferreira Neto) – Jogou no Guarani de 1984 a 1986; 1988 e 1995.
* Neneca (Hélio Miguel) – Jogou no Guarani de 1976 a 1978.
* Zenon (Zenon de Souza Farias) – Jogou no Guarani de 1976-1980; 1988-1990.

*** O próximo jogo do Guarani acontece neste domingo (03 de abril) , às 10h, no Brinco de Ouro***

Atualizado em 04/04/2016
Em partida válida pela última rodada do Campeonato Paulista da Série A2 em 03 de abril, o Bugre foi derrotado pelo Barretos, por 2 a 0, e deu adeus ao sonho de retornar à elite. Com a segunda derrota seguida, o Guarani estacionou nos 27 pontos e terminou em nono lugar. Já o Barretos garantiu a classificação às quartas de final. O que era apoio virou revolta. A indignação da torcida do Guarani provocou tensão nos arredores do Brinco de Ouro. Vidros do prédio administrativo foram quebrados e houve confronto com a Polícia Militar.

Na saída do gramado, o meia Fumagalli- camisa 10, lamentou o desfecho negativo da campanha alviverde.
– Infelizmente não tem o que falar. Perder a classificação dentro de casa de novo é triste para caramba. A gente entende o torcedor ficar nervoso, está muito difícil. A gente fica triste, agora é trabalhar para a Série C – disse o camisa 10 bugrino, se referindo  próximo desafio da temporada- o Campeonato Brasileiro que começa em maio.

>>Clique aqui e teste seus conhecimentos sobre o Guarani com palavras cruzadas!<<

 

guarani-campeao-brasileiro-1978
Foto de campeão 1978 – Em pé ( da esq. para a direita): Miranda, Zé Carlos, Mauro, Neneca ,Édson e Gomes – Agachados: Capitão, Renato, Careca, Zenon e Bozó