Novo sistema Zona Azul eletrônico será instalado no centro de Campinas e mais 23 bairros

seta-voltar-campinas

Novo sistema Zona Azul eletrônico será instalado no centro de Campinas e mais 23 bairros
Novo sistema de cobrança deverá entrar em vigor em até 3 meses

A Emdec divulgou as possíveis áreas que terão cobrança de estacionamento pelo novo sistema de zona azul eletrônico em Campinas e que será operado pela iniciativa privada. Dos distritos, apenas o de Barão Geraldo entrou no pacote. O início das cobranças está previsto para entrar em operação dentro de 3 meses

Sousas e Joaquim Egídio que estavam na previsão anterior foram retirados do programa. Com a concessão, o número de vagas onde haverá cobrança será ampliado das atuais 1,9 mil para 10 mil em um período de três anos. Além do Centro, Barão e Guanabara, haverá cobrança em mais 21 bairros, entre eles, o Bosque, Cambuí, Cidade Universitária, Nova Campinas, Ponte Preta, Vila Industrial e Vila Nova.

Chamada de “Zona Azul Eletrônica”- o sistema terá concessão onerosa com outorga inicial, ou seja, haverá o pagamento de uma taxa por parte da empresa interessada. A expectativa é que esse valor fique em torno de R$ 10 milhões. A concessão do serviço terá um prazo de 15 anos. E contempla a implantação, ampliação, comercialização, controle de arrecadação e gestão do sistema. A licitação será por concorrência pública, ganhando a empresa que oferecer maior retorno financeiro para a administração municipal.

Junto com a implantação do parquímetro digital será criado um aplicativo de celular para que o usuário registre o uso e faça o pagamento. O edital de licitação deverá ser publicado até o final de abril. O prazo estimado para finalizar todo o processo é de 90 dias.