Prefeitura de Americana anuncia os condutores da Tocha Olímpica

seta-voltar-americana

Prefeitura de Americana anuncia os condutores da Tocha Olímpica
Cada ex-atleta deverá percorrer cerca de 250 metros pelas ruas da cidade

A prefeitura de Americana divulgou os nomes dos condutores da Tocha Olímpica que percorrerão ruas e avenidas do município que terá inicio no dia 3 de maio em Brasília passando por Americana no dia 20 de julho. Cada pessoa deve levar a tocha por aproximadamente 250 metros em 41 cidades no estado de São Paulo

Adriana Santos – 45 anos
Nascida em São Bernardo do Campo, conquistou duas medalhas olímpicas (prata 1996 e bronze 2000) e foi campeã mundial (Austrália – 1994) e dos Jogos Pan-Americanos (Cuba (Havana) – 1991).

Karla Costa – 37 anos
Jogadora de Americana há sete anos, brasiliense, disputou três olimpíadas (Atenas – 2004, Pequim – 2008 e Londres – 2012) e conquistou títulos nacional, estadual, sul-americano e inúmeras medalhas de ouro em Jogos Regionais e Jogos Abertos com a equipe de Americana.

Flavio Conceição – 41 anos
Revelado no Rio Branco Esporte Clube e com passagens nos principais clubes de futebol do mundo, o jogador subiu ao pódio dos Jogos Olímpicos com a medalha de bronze em Atlanta 1996. Também defendendo a seleção brasileira, o ex-volante, natural de Santa Maria da Serra (SP), foi bicampeão da Copa América (1997 e 1999).

Giuliano Peixoto – 40 anos
Atleta desde as escolinhas esportivas da Secretaria Municipal de Esportes, um dos melhores mesatenistas da história da modalidade no país, esteve nas Olimpíadas de 1996, onde defendeu o Brasil nas disputas de simples e duplas.

Danilo Glasser – 39 anos
Integrante da Seleção Brasileira entre 1998 e 2009, o paratleta participou também das Paraolimpíadas de Atenas-2004, onde conquistou duas medalhas de bronze. Em 2001, foi eleito pelo COB e CPB o melhor atleta paralímpico do ano e, em 2003, foi o terceiro nadador paralímpico da história mundial a conquistar índice para disputar um campeonato nacional contra nadadores sem deficiência.

Anderson de Lima – 59 anos
O aluno da primeira escola esportiva de judô de Americana, sensei também esteve em Atlanta 1996, compondo a comissão técnica da seleção brasileira de judô durante os Jogos Olímpicos realizado nos Estados Unidos.

A escolha dos condutores foi feita pelos dirigentes da Secretaria de Esportes de Americana, que, de forma minuciosa, determinaram que o condutor tivesse residência fixa no município, ter defendido uma equipe de Americana em sua respectiva modalidade e disputado os Jogos Olímpicos.