Faculdade Ibrafem em Rio das Pedras (interior de São Paulo) fecha as portas e alunos ficam sem diploma

 

faculdade-ibrafem-fechada-em-rio-das-pedras-ex-prefeito-paulinia

O Instituto Brasileiro do Futuro Empresário (Ibrafem) em Rio das Pedras (cerca de 17km de Piracicaba, interior de São Paulo) fechou as portas e deixou os estudantes que concluíram os cursos sem receber os diplomas e, aqueles que precisam terminar a graduação, impossibilitados de migrarem para outra faculdade.

As aulas estavam paralisadas há quase dois meses.Os alunos receberam uma notificação este ano com a informação de que as aulas começariam, mas o prazo foi prorrogado diversas vezes até ser comunicado o fechamento.

A direção da faculdade informou, em comunicado, que as aulas estão suspensas desde o dia 9 de abril de 2016 e que os professores estão sem salários. De acordo com o texto, até a energia elétrica foi cortada por falta de pagamento. O mantenedor da instituição, Edson Moura, ex- prefeito de Paulínia, e a direção do estabelecimento de ensino não se manifestaram sobre o caso. O prédio da faculdade fica localizado no quilômetro 152 da Rodovia do Açúcar (SP-308),
entre Piracicaba e Rio das Pedras,e permanece fechado.

Uma ex-aluna do curso de administração, que preferiu não ser identificada, concluiu a graduação no final de 2015, mas ainda não conseguiu receber as notas nem o diploma porque a faculdade paralisou as atividades. Outro aluno do curso de administração, disse que o coordenador e a diretora da faculdade abandonaram a instituição.

O recredenciamento da Ibrafem não foi aceito pelo Ministério da Educação (MEC) pelo descumprimento de várias exigências, como acessibilidade e formação dos professores. A instituição tem prazo para se adequar.