Fim da greve dos motoristas de ônibus em Paulínia

 

seta-voltar-paulinia

paulinia-greve-onibus

Após acordo entre empresários e trabalhadores em uma audiência de reconciliação no Ministério Público do Trabalho da 15ª Região em Campinas nesta segunda-feira (20 de junho), chegou ao fim a greve dos motoristas de ônibus em Paulínia.

A Prefeitura de Paulínia informou em nota que o serviço foi retomado às 15h desta segunda-feira (20/06). Os motoristas ficaram em greve por seis dias e reivindicavam reajuste salarial de 14% .Segundo a Prefeitura, 30 mil passageiros utilizam o serviço diariamente.

O índice de reajuste salarial foi de 9,89% — o mesmo concedido a motoristas do transporte escolar, quinta (16 /06), o que corresponde à inflação dos últimos 12 meses medida pelo INPC.

A Passaredo ainda pagará os dias de paralisação e concederá garantia de emprego de 45 dias aos grevistas, ressalvada a hipótese de dispensa por justa causa e o término de contratos por prazo determinado.

A audiência foi requerida pela Prefeitura de Paulínia para resolver o impasse. A administração reajustou na semana passada em 9,8% (INPC dos últimos 12 meses) a tarifa do transporte, elevando o valor para R$ 2,85. Para a população, o preço permanece em R$ 1,00.

seta-voltar-paulinia