Funcionários do Detran-SP entram em greve em todas as cidades do estado

Detran-SP-em-greve
Greve atinge agências em todo o estado de SP

Funcionários do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) entraram em greve, nesta segunda-feira (20-jun), em todo o Estado de São Paulo. Os servidores reivindicam aumento salarial de 28%, o que não ocorre desde 2013.

Para não paralisar totalmente os serviços essenciais, como liberação de veículos, emissão de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), e exames teóricos e práticos para motoristas, os sindicatos que representam a categoria são obrigados a manter atuando 30% dos servidores, mas mesmo assim poderá haver atraso nesses serviços. Em Campinas o órgão atende cerca de 1,5 mil pessoas por dia.

O Detran informou que todas as unidades estão operando em todo Estado e o atendimento é mantido com os funcionários terceirizados e com os servidores que não aderiram ao movimento. Mesmo assim, o prazo para emissão de alguns documentos pode ser maior do que o habitual. O departamento reforçou, ainda, que é possível realizar cerca de 30 serviços de trânsito online, no portal do Detran.SP. Outra opção é ir aos postos Poupatempo.

O licenciamento de veículo e a troca da primeira habilitação pela CNH definitiva podem ser solicitados eletronicamente via rede bancária. Basta pagar a taxa do serviço no caixa eletrônico ou no internet para receber o documento em casa.

Em nota, o Detran informa que tem mantido um amplo diálogo com a categoria e que durante as negociações o órgão atendeu a uma das reivindicações: o reajuste do vale-refeição para R$ 23. Mas, ainda não foi feita uma contraproposta salarial.

Endereço dos Detrans na cidades do estado de São Paulo