Pai de prefeito de Indaiatuba e mais quatro pessoas são presas em ação do MP

seta-voltar-indaiatuba

prefeitura-de-indaiatuba
Esquema de desapropriação de terrenos ocorria dentro da prefeitura de Indaiatuba

Foi preso nesta quarta-feira (22-jun) em Indaiatuba, Leonício Lopes Cruz pai do prefeito licenciado Reinaldo Nogueira (PMDB) em uma operação do Ministério Público e Polícia Militar. Leonício é suspeito de participar de um esquema de fraudes em desapropriações de imóveis realizadas pela Prefeitura de Indaiatuba.

Segundo a MP, o esquema funcionava da seguinte forma: os envolvidos compravam terrenos na cidade por um valor de mercado. Depois, a área era desapropriada pela administração municipal por um valor muito superior ao pago inicialmente. A diferença era dividida entre os participantes do esquema, segundo a Promotoria.

A força-tarefa prendeu ainda o proprietário da Construtora Jacitara, Josué Eraldo da Silva, o empresário Rogério Soares da Silva e as irmãs proprietárias da Incorporadora Bela Vista, Adma Galacci e Camila Galacci.

As defesas dos suspeitos presos, disseram que esperam tomar ciência do inquérito para solicitar habeas-corpus à Justiça e a liberação dos presos.

Também na ação do MP, 12 veículos foram apreendidos sendo alguns de luxo como Mercedes Benz, Audi e Range Rover. Os promotores apreenderam também dinheiro em espécie (não foi divulgado o valor), documentos e placas de veículos.

Os cinco suspeitos foram denunciados por crime organizado, lavagem de dinheiro e desvio de rendas públicas. A promotoria não descarta a possibilidade de uma delação premiada, caso os investigados tenham interesse em colaborar com as investigações em troca de penas menores, caso condenados.

Em 5 de outubro de 2015 policiais militares encontraram R$ 1,5 milhões (em reais, dólares e euros) na casa do prefeito Reinaldo Nogueira. Na época, o prefeito licenciado disse que que o dinheiro era lícito.

 

Leia também:
Prefeito licenciado de Indaiatuba Reinaldo Nogueira é preso e transferido para penitenciária