Agências HSBC recebem nova fachada do Bradesco; veja o que muda para os clientes

hsbc-x-bradescoOs clientes do banco HSBC vão migrar definitivamente para o Bradesco a partir do dia 10 de outubro.O HSBC enviará nos próximos dias um lote de correspondência aos 5 milhões de clientes do banco com informações para acesso via internet banking, celular, caixas eletrônicos e cartão de débito.




>> A mudança de marcas irá ocorrer nas 851 agências, 4.400 caixas eletrônicos e 4.250 postos de atendimento em empresas do HSBC. O braço do banco de investimento Bradesco, o BBI, já ocupa a antiga sede do HSBC, na Avenida Brigadeiro Faria Lima, em São Paulo, e não mais a avenida Paulista, como antes.

O HSBC Brasil é a maior aquisição da história do Bradesco. Custou R$ 16 bilhões e agregou cerca de R$ 175 bilhões em ativos ao banco, aproximando a instituição de seu principal concorrente, o Itaú.

Desde 1943, o Bradesco fez 48 aquisições entre bancos, financeiras e seguradoras. Após adquirir o HSBC, porém, ficou proibido, como parte do acordo que fez para obter o aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), concedido em junho, de comprar qualquer instituição financeira que atue no Brasil no prazo de 30 meses.

Clientes e serviços – Segundo o Bradesco, os clientes HSBC poderão permanecer nas mesmas agências onde hoje têm relacionamento. Os clientes ainda podem manter os mesmos pacotes de serviços, com as mesmas franquias e preços, após a mudança de marca. Os pacotes hoje existentes no HSBC, no entanto, não serão mais vendidos e não estarão disponíveis para os atuais e novos clientes do Bradesco.

Os clientes do HSBC serão informados, por meio de correspondências sobre a mudança oficial dos bancos e também quando a alteração do novo cartão bancário. As mudanças em cartões de crédito serão encaminhadas na sequência.