Campinas tem nova equipe de basquete feminino

Vera-Cruz-Basquete-Campinas

As jogadoras do Vera Cruz Basquete Campinas foram apresentadas na segunda-feira (11) e já têm um compromisso de estreia marcado: dia 14 de janeiro, contra o Ituano no ginásio da Ponte Preta, no Jardim das Paineiras, pela Liga Nacional. A equipe, será treinada por Antônio Carlos Vendramini.

A base do elenco é a mesma que estava na equipe no ano passado, quando o grupo estava em Americana. Porém, segundo o treinador, com um elenco mais jovem. “A torcida irá se surpreender, o time é diferente da equipe de Americana que contava com 10, 12 jogadoras experientes. Nós estamos com 50% de equipes formadas por jovens valores, na faixa de 20 anos. Escolhemos jovens talentos. Assim a equipe se torna forte e rejuvenescida”, comentou Vendramini. A equipe mandará todos os jogos no ginásio da Ponte Preta. O esquema para os ingressos de jogo deve seguir o que é feito atualmente com o vôlei: troca de convites por alimentos, agasalhos, com ideia de ajudar instituições.



Nós não pretendemos cobrar ingressos. Vamos realizar eventos para entidades que necessitam”, comenta. Os treinos já começaram há duas semanas. Vamos interromper apenas para as festas natalinas. Esperamos que a equipe esteja numa faixa de 70% preparada. Depois, durante a competição, a equipe vai crescer”, explica o treinador.

A exemplo de anos anteriores, o time de Vendramini não entra como franco favorito. Segundo ele, o campeonato está mais equilibrado e, com as mudanças no time, espera-se uma disputa mais acirrada. “Tem mais equipes em condições de chegar. Mas entramos com o objetivo de ganhar. Depois da Liga nacional, a equipe vai disputar o Paulista, que começa em agosto de 2018“.

O elenco é formado por;
Aline (ala/pivô), Ana Calixto (ala/armadora), Bárbara (armadora), Carla Lucchini (armadora), Fabiana (pivô), Jeanne (ala), Karla (ala), Mariana (pivô), Melisa Gretter (armadora), Mônica (pivô) e Patrícia (lateral).

Projeto Social
Além do time principal, o projeto contempla também categoria de base e também ajuda social por meio do esporte. “Vamos levar esse projeto para áreas de maior vulnerabilidade social. Esse projeto é incentivado por um patrocinador. Nós devemos começar em janeiro na região do Paineiras”, finaliza Vendramini.