Pesquisador da Unicamp Campinas cria software que pode economizar até 40% da conta de luz

RMC

economia-energia-eletricaUma nova pesquisa da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação da Unicamp, em Campinas, resultou na criação de um software capaz de mapear o consumo de energia elétrica nas empresas, possibilitando a economia em até 40% na conta de luz de acordo com Hader Aguiar Dias Azzini, responsável pela pesquisa desde 2012 em sua dissertação de mestrado.

O novo software criado na Unicamp, em um primeiro momento é voltado para hotéis e hospitais, mas não é descartado o avanço para indústrias em um segundo momento. O software é instalado no quadro geral de força da empresa. Depois, os dados são enviados pela internet para análise. O programa separa todo o consumo dos equipamentos e passa um raio-x individual deles. Com isso é possível saber quando o aparelho foi ligado e o tempo de uso, por exemplo.


Diante destes dados de eficiência energética, é possível, segundo Hader Azzinio, passar para as empresas comerciais quais falhas elevam a conta de luz todos os meses. “Com esse novo software é possível saber a eficiência energética e dizer que este ou aquele equipamento está consumindo mais. A partir dessas informações, conseguimos (software) economizar até 40% na conta de luz“, diz Azzini.

Empresas analisadas com o software estavam perdendo até R$ 9,8 mil por mês, segundo o estudo. Questionado sobre quais aparelhos mais gastam nas empresas, o pesquisador afirmou que, quanto maior o aparelho, mais fácil detalhar as informações. Mas, de acordo com os dados do novo software, geralmente, as empresas precisam se preocupar com as trocas de calor no prédio e a iluminação para economizar energia elétrica.

A distribuidora de energia, a CPFL está desenvolvendo em conjunto com o pesquisador e outros colaboradores uma forma de colocar uma parte do projeto em prática já em 2018. De acordo com a CPFL, a proposta é a desagregação do consumo dos clientes. Em breve, os consumidores vão receber a conta com informações detalhadas.

Veja mais notícias da região no Portal da RMC