Multas noturnas por câmeras de segurança em semáforos de Campinas são canceladas

cameras-monitoramento-centro-CampinasO prefeito de Campinas Jonas Donizette (PSB) determinou a anulação de todas as multas aplicadas em semáforos que tenham dispositivos de monitoramento eletrônico e placas de sinalização com a informação de que estariam desligados a partir das 19 horas. A decisão é consequência da crise instalada entre motoristas e a Emdec (empresa que disciplina o sistema de trânsito da cidade) desde o dia 7 de novembro.


Desde essa data, 15 cruzamentos na região central passaram a ser monitorados a distância, com base em imagens captadas pelas câmeras da Cimcamp (Central de Monitoramento de Campinas). Desde então, motoristas têm sido multados por avanço de sinal vermelho, mesmo nos cruzamentos onde os radares estão desativados. Os problemas começaram quando motoristas passaram a reclamar das multas, alegando que desde 1998, uma lei municipal determina o desligamento de radares em semáforos entre 19h e 6h por medida de segurança.

Apesar da regra, multas podem ser aplicadas. O secretário de Transportes, Carlos José Barreiro disse que a Emdec vai acatar a determinação do prefeito e prometeu fazer um levantamento do total de notificações aplicadas. A insatisfação com a aplicação das multas chegou à Câmara Municipal, que pediu explicações ao secretário de transportes e protocolou projeto que proíbe o monitoramento a distância.