Forte explosão atinge caldeiras na refinaria da Petrobrás de Paulínia; produção de combustíveis segue parada

explosao-caldeira-refinaria-petrobras-replan-paulinia
Bombeiros de cidade da região foram acionados para o combate as chamas na madrugada desta segunda

Uma forte explosão seguida de incêndio atingiu a Replan, a maior refinaria da Petrobras que fica na cidade de Paulínia (SP). O incidente ocorreu por volta das 1h desta segunda-feira (20-ago) na caldeiraria de craqueamento e destilamento de petróleo. Equipes dos bombeiros da Refinaria, Paulínia, Campinas e outras cidades da região foram acionadas, além da Defesa Civil para o controle das chamas que foram contidas por volta das 3h30. De acordo com o Corpo de Bombeiros, não houve registro de feridos.



As tochas da Replan que são visíveis em dias normais a quilômetros da refinaria, estavam com chamas muito mais altas na madrugada, algo incomum. A refinaria informa que está liberando combustível para evitar novas explosões, já que também várias empresas são interligadas com a Replan por um sistema de dutos com gasolina e óleo diesel.

Policiais militares, guardas municipais e uma equipe da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) também estão no complexo industrial. Moradores de Paulínia (S) e Cosmóplis (SP) usaram as redes sociais para informar que um tremor foi sentido após a explosão e que viram um clarão de fogo no céu.
A Defesa Civil informou que os moradores da região não precisaram deixar suas casas. Uma vistoria será realizada nos imóveis na manhã desta segunda.

Queiadores
Queimadores da refinaria de Paulínia estavam com chamas muito mais fortes que dias comuns

Segundo a assessoria de imprensa da Petrobras, o incêndio já foi controlado e que ninguém ficou ferido. A empresa diz também que as causas da explosão serão apuradas e que, por prevenção, a produção na refinaria está parada até a liberação dos técnicos de segurança.