Instituto CPFL Campinas recebe mostra de cinema com entrada gratuita; confira a programação – agosto 2018

img-voltar

Filme "Paraíso Perdido"
Filme “Paraíso Perdido” é um dos destaque da Mostra de Cinema do Instituto CPFL

O Instituto CPFL em Campinas recebe entre os dias 2 a 22 de agosto a Mostra Cinema e Reflexão com sessões gratuitas. Os filmes tem duração média de 100 minutos com classificação etária de 12 anos. O filme “Severina” abre as sessões, dentro da programação também haverá uma sessão de debate e duas sessões do filme premiado “Corra!”, de Jordan Peele.

Outro destaque da mostra é o filme dirigido por Monique Gardenberg em “Paraíso Perdido”  com participação do cantor Erasmo Carlos tem exibição programada para o dia 23 de agosto.



Serviço
Mostra Cinema e Reflexão
Local: Instituto CPFL
End.: Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1632 – Chácara Primavera
Data: De 2 a 30 de agosto
Horário: sempre às 19h00
Entrada gratuita

Programação

Dias 2 e 22 de agosto
“Severina” (Dirigido por Felipe Hirsch/ 100 min/ 12 anos)
O enredo conta a história de um livreiro, interpretado pelo argentino Javier Drolas, que tem a vida abalada por aparições de uma mulher que rouba obras de sua livraria.

Dias 8 e 9 de agosto
“Cuba Jazz” (Dirigido por Max Alvim e Mauro di Deus / 85 min/ Livre)
Partindo do jazz como metáfora de uma vida sem bloqueios geopolíticos, depoimentos, shows e cenas da vida cotidiana em Havana, Cuba.

Dias 15 e 16 de agosto
“Corra!” (Dirigido por Jodan Peele/ 104 min/ 16 anos)
Jovem fotógrafo descobre segredo sombrio quando conhece os pais aparentemente amigáveis da sua namorada.

Dia 23 de agosto
(Sessão debate com a presença da diretora )
“Paraíso Perdido” (Dirigido por Monique Gardenberg / 110 min/ 14 anos)
Dono da boate Paraíso Perdido, o patriarca José faz de tudo para garantir a felicidade de seus filhos e netos.

Dias 29 e 30 de agosto
“Uma espécie de família” (Dirigido por Diego Lereman/95 min/ 14 anos)
A médica Malena encontra uma mulher grávida e decide adotar o bebê. No dia do parto, a família da mãe biológica exige uma quantia de dinheiro para concluir o processo de adoção.

Ver + notícias de Campinas e região

“+ Eventos na Região”